quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Bicentenário de João Lisboa

          Hoje a Academia Maranhense de Letras presta mais uma homenagem ao escritor, historiador, jornalista e filósofo João Francisco Lisboa (1812-1863), pelo bicentenário de nascimento do maranhense.  Nas palavras do escritor e membro da Academia Brasileira de Letras,  Arnaldo Niskier, João Francisco Lisboa “viveu 51 anos intensos e prestou relevantes serviços ao Brasil resgatando importantes documentos históricos quando trabalhou em Portugal intimamente ligado ao Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, de que tinha a honra de ser sócio”.
A exemplo do centenário de sua morte em 1963, em que a AML promoveu uma série de atos públicos em memória do filho ilustre, também hoje, a partir das 18h acontecerá uma vasta programação para render homenagens ao trabalho e contribuição que João Lisboa deixou para o Maranhão e Brasil.
A programação começa às 17 horas, no Largo do Carmo, com a colocação de placa na base da estátua do grande jornalista maranhense. De acordo com o acadêmico Benedito Buzar, é uma forma de dar visibilidade à estátua do escritor, colaborando para a sua identificação por parte dos turistas e estudantes.
Em seguida, já na sede da AML, na rua da Paz, o acadêmico Sálvio Dino profere palestra acerca da vida e obra de João Lisboa. Posteriormente serão entregues medalhas a diversas personalidades e o encerramento será com o lançamento de dois livros sobre João Lisboa: João Francisco Lisboa, O Timon Maranhense (Edições do Senado Federal/2012) e Notícias Acerca da Vida e Obras de João Francisco Lisboa (Edições AML/2012). Os dois livros serão vendidos no local pelo preço de R$20,00 cada.
João Francisco Lisboa nasceu em Pirapemas, no dia 2 de março de 1812 e faleceu em Lisboa no dia 26 de abril de 1863. Lisboa foi militar, político, historiador e crítico dos costumes de sua época. Trabalhou nos jornais Farol Maranhense, Eco do Norte e Crônica Maranhense. Foi acusado de participação na Balaiada (1838-41) e defendeu a anistia aos insurgentes da Revolução Praieira (1848-49). A escrita era sua arma de contestação.
 Depois do desencanto com a vida pública, passa a se dedicar ao Jornal de Timon, sua obra de maior destaque, cujo primeiro número foi impresso em 25 de junho de 1852, com 100 folhas e totalmente redigido por ele. Tal feito o fez entrar para o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro por indicação do também maranhense Gonçalves Dias. “... queria dizer-lhe que o havia proposto para sócio do Instituto; esse título é hoje alguma coisa cobiçada, ainda que tenha sido, há bem pouco tempo, conferido, e talvez mesmo oferecido sem muito escrúpulo. O seu Timon foi a ocasião da proposta” (trecho da carta de Gonçalves Dias enviada a João Lisboa em 1853).

A estátua em homenagem a João Lisboa, que também dá nome à praça, foi erguida em 1918 e esculpida pelo artista francês Jean Magrou, em comemoração ao centenário do ilustre. Inicialmente ela foi fixada no Largo do Carmo, em frente à Igreja,  depois, em 1941,  deslocada para a atual Praça. Sob este monumento estão as cinzas do ilustre patrono da cadeira nº 11 da Academia Maranhense de Letras.

Festival de Verão Salvador 2013


 

                                                                                   Claudia Leitte/site oficial

                                                                                 Aviões do Forró/site oficial

Mais quatro nomes de peso passaram a integrar o hall de atrações do Festival de Verão Salvador 2013. Claudia Leitte, Ana Carolina, Aviões do Forró e Harmonia do Samba estarão no Palco 15 verões do evento, que acontecerá de 16 a 19 de janeiro. A confirmação de atrações com gêneros musicais tão distintos só ratifica a intenção de misturar ritmos no Festival de Verão Salvador.

O grupo Aviões do Forró se apresenta na festa no dia 17 de janeiro, enquanto que Ana Carolina e Harmonia do Samba fazem seus shows no dia 18 de janeiro. Claudia Leitte é uma das estrelas do evento no dia 19 de janeiro.

Claudia Leitte, uma das juradas do programa The Voice Brasil, leva para o Festival de Verão a sua nova turnê Sambah. Com raízes no axé e no Carnaval da Bahia, a cantora vai interpretar músicas do seu novo DVD (Negalora), antigos sucessos e o hit Largadinho. A apresentação também será um preparativo para o seu Carnaval 2013 que tem como tema os Anos 70.

Marcando a sua terceira participação no maior evento do verão brasileiro, Ana Carolina traz para a Cidade da Música um show recheado de grandes sucessos da sua carreira. O repertório da sua apresentação é composto de hits como “Garganta”, “Nua”, “Dois Bicudos”, “Confesso” e “10 Minutos”.

Solange e Xand Avião levarão pela quinta vez o ritmo do “Aviões do Forró” para o Parque de Exposições, garantindo um show especial para a comemoração dos 15 verões do evento. Já a sexta apresentação do Harmonia do Samba no Festival de Verão será baseada CD “Tudo de Novo”, 13º disco da estrada musical do grupo. A grande aposta da banda, comandada por Xanddy, para o verão 2013 é a música “Balança Tudo”.   

Além desses nomes, a organização do Festival de Verão Salvador já confirmou as seguintes atrações: Ivete Sangalo, Jorge & Mateus, O Rappa, Eva, Timbalada, Sorriso Maroto, Gusttavo Lima, Psirico, Chiclete com Banana, Tomate, Capital Inicial e Natiruts.

Fonte: Via Press Comunicação 

O preço da beleza

Verdade ou montagem??? decidam!




Uma mulher americana que desejava aumentar o bumbum acabou frustrada após uma cirurgia e resolveu mostrar sua revolta na internet.
Em vídeo compartilhado mais de 20 mil vezes no Facebook, a azarada move o implante no corpo, como se houvesse um disco dentro dela.
Implantes no bumbum são um grande negócio nos EUA e na América do Sul, mas os médicos alertam contra a recente onda de operações no mercado negro.

Foto: Reprodução/The Sun

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Inteligência e ingenuidade

Aí fica a pergunta? Até que ponto foi inteligente ela ter revelado essa estratégia? E se a prova for anulada? Não teria sido muita ingenuidade? Eu ficaria na minha...

Aluna gabarita  prova da UNESP
Fonte: Terra

Melyna Souza, 17 anos, candidata a uma vaga no curso de Design, gabaritou as 90 questões de múltipla escolha da prova de conhecimentos gerais na primeira fase do vestibular da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp).

Durante a prova, a estudante percebeu uma sequência em cada bloco de cinco questões se repetindo em todas as matérias. "Nas últimas dez questões, fiz só uma de cada bloco e completei com a sequência", conta. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Para acertar todas as questões, Melyna contou com uma "ajudinha" da Fundação Vunesp, organizadora do vestibular da Unesp. A prova tem a mesma proporção de alternativas (A, B, C, D e E). Assim, alguém que chutasse a mesma letra na prova inteira, só acertaria 20% das questões.

Em cada grupo de cinco questões, as letras aparecem sem repetição. Nas quatro versões de prova, se um grupo se iniciasse com a alternativa C, as quatro questões seguintes teriam como respostas corretas, respectivamente, as alternativas E, B, A, D. A Vunesp deve concluir nos próximos dias a análise das respostas entregues pelos vestibulandos e se pronunciará sobre possíveis providências.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

7ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul até dia 30 em São Luís

A 7ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul é uma forma agradável e sutil de abordar filmes com temáticas que envolvem os direitos fundamentais. É dessa maneira que o Ministério da Cultura procura disseminar o assunto fazendo um convite ao debate, à reflexão, à valorização da diversidade e respeito aos direitos humanos, ao mesmo tempo em que leva diversão e informação gratuita à população garantindo acessibilidade às produções cinematográficas.
A Mostra acontece em todo o Brasil de 07 a 20 de dezembro e  aqui em São Luís será realizada de 25 a 30 de novembro, em sessões diárias  exibidas às 13h, 15h, 17h e 19h, no Teatro da Cidade de São Luís (Centro), com entrada gratuita. Este ano foram inscritos 255 filmes e selecionadas 37 produções de 8 países da América do Sul dos mais diversos gêneros, como documentários, drama, comédia, dentre outros.
 “É a oportunidade de dar acesso às pessoas de conhecerem produções de países como Equador, Colômbia, Venezuela, do Brasil também, claro, e de dar visibilidade a esses trabalhos cinematográficos, em especial da América do Sul versando sobre os direitos humanos”, diz o cineasta e produtor Francisco Colombo, responsável pela produção da etapa local.
Este ano o cineasta Eduardo Coutinho é o homenageado da 7ª edição da  Mostra. Ele é por considerado críticos e estudiosos  um dos mais importantes documentaristas da atualidade por demonstrar sensibilidade em seus trabalhos registrando sem sentimentalismos as emoções e aspirações do povo brasileiro. Foi assim quando destacou a vida de metalúrgicos que conviveram com o então sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva, no filme Peões, ou o cotidiano de camponeses em Cabra Marcado Para Morrer, e o dia a dia de moradores de um enorme condomínio de classe média baixa no Rio de Janeiro, em Edifício Master. Seus personagens são geralmente camponeses, operários, moradores de favelas.
A homenagem foca em três filmes: além do marco maior Cabra Marcado para Morrer, restaurado recentemente pela Cinemateca Brasileira e que aborda o enfrentamento da ditadura militar pelos camponeses. estão presentes O Fio da Memória (1991), sobre a presença negra no Brasil e Santo Forte (1999), uma abordagem da religiosidade nas classes populares.
O cineasta, que completa 80 anos em 2013, foi escolhido como homenageado por causa do foco em direitos humanos de seus filmes. “É um documentarista muito importante para a história pelo trabalho que faz em si. O tema dos direitos humanos está sempre presente nas obras dele sempre como uma coisa natural. A homenagem será feita por meio da exibição de seus filmes”, comenta Colombo.


                                                                  Elvis & Madona em cartaz hoje

Programação

26.11 | Segunda-feira
13h - Olho de Boi - Diego Lisboa (Brasil, 19 min., 2011, fic.)
Funeral à Cigana - Fernando Honesko (Brasil, 15 min, 2012, fic.)
Carne, Osso - Caio Cavechini, Carlos Juliano Barros (Brasil, 65 min., 2011, doc.)
Classificação indicativa: 12 anos
15h - O Fio da Memória - Eduardo Coutinho (Brasil, 115 min., 1991, doc.)
Classificação indicativa: livre
17h - Elvis & Madona - Marcelo Laffitte (Brasil, 105 min., 2010, fic.)
Classificação indicativa: 12 anos
19h - Marighella - Isa Grinspum Ferraz (Brasil, 100 min., 2012, doc.)
Classificação indicativa: 10 anos

27.11 | Terça-feira
13h - Virou o Jogo: A História de Pintadas - Marcelo Villanova (Brasil, 15 min., 2012, doc.)
Chocó - Jhonny Hendrix Hinestroza (Colômbia, 80 min., 2012, fic.)
Classificação indicativa: 16 anos
15h - O Garoto que Mente - Marité Ugás (Venezuela, 99 min., 2011, fic.)
Classificação indicativa: 12 anos
17h - Menino do Cinco - Marcelo Matos de Oliveira, Wallace Nogueira (Brasil, 20 min., 2012, fic.)
Maria da Penha: um Caso de Litígio Internacional - Felipe Diniz (Brasil, 13 min., 2011, doc.)
Silêncio das Inocentes - Ique Gazzola (Brasil, 52 min., 2010, doc.)
Classificação indicativa: 12 anos
19h - Com o Meu Coração em Yambo - María Fernanda Restrepo (Equador, 137 min., 2011, doc.)
Classificação indicativa: 10 anos

28.11 | Quarta-feira
13h - Disque Quilombola - David Reeks (Brasil, 14 min., 2012, doc.)
Vestido de Laerte - Claudia Priscilla, Pedro Marques (Brasil, 13 min., 2012, fic.)
A Galinha que Burlou o Sistema - Quico Meirelles (Brasil, 15 min., 2012, doc./fic.)
O Veneno Está na Mesa - Silvio Tendler (Brasil, 50 min., 2011, doc.)
Classificação indicativa: 10 anos
15h - Porcos Raivosos - Isabel Penoni, Leonardo Sette (Brasil, 10 min., 2012, fic.)
O Cadeado - Leon Sampaio (Brasil, 12 min., 2012, fic.)
Dez Vezes Venceremos - Cristian Jure (Argentina, 75 min., 2011, doc.)
Classificação indicativa: 16 anos
17h - Juanita - Andrea Ferraz (Brasil, 8 min., 2011, doc.)
O Dia que Durou 21 Anos - Camilo Tavares (Brasil, 77 min., 2012, doc.)
Classificação indicativa: 10 anos
19h - Estruturas Metálicas - Cristian Vidal L. (Chile, 47 min., 2011, doc.)
Saia se Puder - Mariano Luque (Argentina, 66 min., 2012, fic.)
Classificação indicativa: 12 anos

29.11 | Quinta-feira
13h – Sessão de Audiodescrição
Extremos - João Freire (Brasil, 24 min., 2011, doc.)
À Margem da Imagem - Evaldo Mocarzel (Brasil, 72 min., 2003, doc.)
Classificação indicativa: 10 anos
15h – Sessão de Audiodescrição
Santo Forte - Eduardo Coutinho (Brasil, 80 min., 1999, doc.)
Classificação indicativa: 12 anos
17h - Batismo de Sangue - Helvécio Ratton (Brasil, 110 min., 2006, fic.)
Classificação indicativa: 14 anos
19h - Justiça - Andrea Ruffini (Bolívia / Itália, 34 min., 2010, doc.)
Último Chá - David Kullock (Brasil, 97 min., 2012, fic.)
Classificação indicativa: 12 anos

30.11 | Sexta-feira
13h - Uma, Duas Semanas - Fernanda Teixeira (Brasil, 17 min., 2012, fic.)
A Demora - Rodrigo Plá (Uruguai / França / México, 84 min., 2012, fic.)
Classificação indicativa: 10 anos
15h - Cachoeira - Sérgio Andrade (Brasil, 14 min., 2010, fic.)
Classificação indicativa: 16 anos
17h - Cabra Marcado para Morrer - Eduardo Coutinho (Brasil, 119 min., 1984, doc.)
Classificação indicativa: 12 anos
19h - A Fábrica - Aly Muritiba (Brasil, 16 min., 2011, fic.)
Hoje - Tata Amaral (Brasil, 87 min., 2011, fic.)
Classificação indicativa: 14 anos

MinC vem ao Maranhão dia 28

O Ministério da Cultura (MinC), através da Secretaria de Articulação Institucional (SAI) e Representação Regional Nordeste, em parceria com o Consórcio Público Intermunicipal das Mesorregiões Norte e Leste Maranhense – CONLESTE, participa nesta quarta-feira (28/11), às 9h, do Seminário de Planejamento Estratégico do Território. O evento, realizado no Auditório da Secretaria das Cidades (SECID) em São Luis, contará com uma palestra que apresentará o Sistema Nacional de Cultura, com a  presença do Secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura Roberto Peixe, e da consultora da Unesco/MinC, Cristina Vale.

A programação segue às 15h,  quando terá início uma mesa redonda com orientação para Adesão ao Acordo de Cooperação Federativa / Sistema Nacional de Cultura ministrada pela consultora Cristina Vale.

O Sistema Nacional de Cultura (SNC) é uma iniciativa que descentraliza a distribuição de recursos para o segmento, através da integração entre as esferas federal, estadual e municipal. A participação da sociedade civil, na forma de conselhos e delegados setoriais, é uma das formas de garantir a perenidade das politicas públicas, para que não sejam afetadas pelas mudanças de governo.

O SNC foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, no dia 29 de agosto deste ano, dentro da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 34/2012.

Serviço: Palestra do SNC no Seminário de Planejamento Estratégico do Território do CONLESTE Maranhense
Data e Horário: 28 de novembro de 2012 (quarta-feira) – São Luís, MA
Local: Auditório da SECID Secretaria das Cidades, São Luis/MA – Avenida Getúlio Vargas, nº 1908, Monte Castelo, São Luis
Público-Alvo: Gestores Estaduais e Municipais, Dirigentes de Cultura e Agentes Culturais.

sábado, 24 de novembro de 2012

Gangnam Style tem 803 milhões de views

O vídeo Gangnam Style do cantor sul-coreano Psy superou neste sábado as 803 milhões de visitas no YouTube, transformando-se no vídeo mais visitado desde a criação deste portal da internet
.
O cantor Park Jae-Sang, vulgo Psy, de 34 anos, conquistou milhões de fãs no mundo todo com o videoclipe humorístico Gangnam style, e sua coreografia a ritmo tecnopop.

Gangnam Style foi publicado na rede em 15 de julho e também serviu de inspiração para uma série de outros vídeos.

Psy é uma celebridade na Coreia do Sul, com seis Cds publicados, mas esta canção elevou sua fama mundialmente.

Fonte: Yahoo!!!



Green Day trilha de Amanhecer Parte 2


                                                   A trilha oficial de Amanhecer Parte 2


The Forgotten
Green Day

We're in the worlds of forgotten
And lost inside your memory
You're dragging on, your heart's been broken
Cause we all go down in history

Where in the world did the time go?
It's where your spirit seems to roam
Like losing faith to our abandon
Or an empty hallway from a broken home

Don't look away
From the arms of a bad dream
Don't look away
Sometimes you're better lost than to be seen

I don't feel strange, it's more like haunted
Another moment trapped in time
I can't quite put my finger on it
But it's like a child that was left behind

So we're in the worlds of forgotten
Like soldiers from a long lost war
We share the scars from our abandon
And what we remember becomes folklore

Well don't look away
From the arms of a bad dream
Don't look away
Sometimes you're better lost than to be seen

Don't look away
From the arms of a moment
Don't look away
From the arms of tomorrow

Don't look away
From the arms of a moment
Don't look away
From the arms of love

Don't look away
From the arms of a bad dream
Don't look away
Sometimes you're better lost than to be seen

Don't look away
From the arms of a moment
Don't look away
From the arms of tomorrow

Don't look away
From the arms of a moment
Don't look away
From the arms of love
 
Tradução
 
Os esquecidos
Green Day
Estamos no mundo dos esquecidos
E perdidos dentro de sua memória
Você está se arrastando, seu coração foi partido
Porque todos nós sucumbimos na história

Onde foi parar o tempo no mundo?
É onde seu espírito parece ter ido vaguear
Como perder fé em nosso abandono
Ou um corredor vazio de um lar despedaçado

Não desvie os olhos
Dos braços de um sonho ruim
Não desvie os olhos
Às vezes você está melhor perdido do que quando visto

Eu não me sinto estranho, e sim mais como assombrado
Outro momento preso no tempo
Eu não consigo explicar direito
Mas é como uma criança que foi deixada para trás

Então, estamos no mundo dos esquecidos
Como soldados de uma longa guerra há muito perdida
Nós compartilhamos as cicatrizes do nosso abandono
E o que lembramos se torna folclore

Bem, não desvie os olhos
Dos braços de um sonho ruim
Não desvie os olhos
Às vezes você está melhor perdido do que quando visto

Não desvie os olhos
Dos braços de um momento
Não desvie os olhos
Dos braços do amanhã

Não desvie os olhos
Dos braços de um momento
Não desvie os olhos
Dos braços do amor

Bem, não desvie os olhos
Dos braços de um sonho ruim
Não desvie os olhos
Às vezes você está melhor perdido do que quando visto

Não desvie os olhos
Dos braços de um momento
Não desvie os olhos
Dos braços do amanhã

Não desvie os olhos
Dos braços de um momento
Não desvie os olhos
Dos braços do amor

Feira do Livro de São Luís 2012

Programação de amanhã. 25.11 Local: Ceprama (Madre Deus)


Auditório Quartocentenário 14h às 17h – Mediação de Leitura (Sussurros Poéticos) – Rede Leitora Ler Pra valer
16h30 às 18h – Educação Ambiental para Sustentabilidade – Profa. Clarissa Lobato da Costa/ Prof. Roberto Santos Ramos (Núcleo de Educação Ambiental (NEA/SEMED)/ Instituto Maranhão Sustentável (NEA-SEMED)
18h às 19h – Vídeo: Alma Performática – Uimar Jr.
19h às 20h – Performance –   Uimar Jr.
 
Café Literário
17h às 18h – Mesa Redonda: Sistema Municipal de Bibliotecas (Plano Municipal de Cultura)
18h30 às 19h30 – Mesa Redonda: Sistema Municipal de Bibliotecas (Plano Municipal de Cultura)
20h às 21h – Mesa Redonda sobre Literatura de Cordel

Casa do Escritor
15h30 às 16h30 – Concursos Literários: Como Participar? – Saulo Barreto Lima Fernandes
17h às 18h – Lançamentos de Coletâneas – Saulo Barreto Lima Fernandes
18h30 às 19h30 – Amor, Desamor e Renascimento – Vanessa Gonsioroski
20h às 21h – São Luís 400 Anos – Adalto Silva França

Espaço Infantil (Semed e Sesc)
14h – Contação de história
Recepção com grupo de animação
Pintura artística
Oficinas de: Ilustração, Conto, Poesia e Tangran

Mayara Prado no The Voice




 
Em julho passado eu fiz uma matéria para o Jornal O Imparcial com a cantora goiana mais maranhense que há, Mayara Prado. Na época ela falava da preparação do segundo CD autoral da carreira, mas ressaltava que por conta dos vários compromissos e shows que estavam surgindo, o trabalho está seguindo em marcha lenta.  “Exatamente por conta das viagens para shows o projeto do CD às vezes fica parado porque estamos priorizando as apresentações”, conta Mayara que revela fazer cerca de 20 shows por mês.
À época a reportagem já frisava o destaque da cantora e compositora como uma das mais promissoras vozes femininas com trabalho reconhecido não só no Norte/Nordeste. Com forte atuação aqui em São Luís nas festas sertanejas, a cantora se apresenta amanhã no palco do The Voice Brasil e diz que está representando os estados do Maranhão, Tocantins e Goiás, cidades onde trabalha e tem residência.
Mayara confessa que seu prazer é estar no palco. E isso se fortificou ainda mais depois que ela participou do Concurso Jovens Talentos realizado pelo Programa Raul Gil (SBT).  "A quantidade de shows aumentou consideravelmente", disse ela, Imagina agora que ela está no The Voice...
A cantora é uma das semifinalistas do programa que vai ar ao vivo amanhã (25), pela Rede Globo. Mayara, que é do time de Carlinhos Brown venceu a batalha contra a dupla Bruno e Camila, na apresentação com a música Long Live, de Taylor Swift.
Nas redes sociais a movimentação é grande. Com a taggs #operaçãoMayaraPradonafinal ela faz uma convocação para os amigos, fãs e internautas votarem nela amanhã.
"Eu tô aqui para reforçar com vocês que domingo agora, dia 25 de novembro é o nosso encontro nas semifinais ao vivo do programa. Beleza!? E, claro, eu preciso muito que vocês venham e votem e juntem a galera e a família e votem muito neste domingo para que eu consiga mais essa vitória e alcançar mais este objetivo. Beleza?! Conto com todos vocês e espero vocês na grande final se Deus quiser", diz Mayara na twitcam.
É isso aí, vamos esperar e votar né? Afinal Mayara é realmente muito boa. Torcida pra ela!!!!




Fotos: Reprodução/Facebook

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

É o fim do Coldplay??


Fotos: Reprodução/Internet

A banda britânica Coldplay anunciou uma pausa nos shows. Durante performance da banda no Suncorp Stadium em Brisbane, Austrália, na última quarta-feira (21), Chris Martin disse à plateia que eles estavam presenciando o último grande show do quarteto antes de uma pausa de pelo menos três anos.Os shows que o grupo faria aqui no Brasil foram cancelados.

"Este é o nosso último grande show pelos próximos três anos ou mais. Eu não quero que acabe" disse o vocalista, segundo informou a revista Billboard.

A matéria, no entanto, não deixa claro se a banda pretende apenas deixar de tocar em grandes estádios ou se será um hiato na carreira. O Coldplay ainda possui na agenda algumas apresentações nos Estados Unidos, incluindo o show na virada do ano em Nova Iorque ao lado do rapper e amigo Jay-Z.

Realmente uma pena. Ainda bem que eu pude ver o show, talvez o último no Brasil no Rock in Rio 2011. Tomara que seja só uma pausa mesmo.

No Rock in Rio
Na última apresentação do dia no Palco Mundo da Cidade do Rock (dia 1º de outubro), a banda Coldplay fez show com efeitos especiais e iluminação brilhante. Os britânicos Chris Martin, Guy Berryman, Jon Buckland e Will Champion apresentaram as músicas do CD Mylo Xyloto e iniciaram o show com Yellow acompanhados de um coro de 100 mil vozes. Foi nessa música que Chris levou um "quase tombo" logo no início da apresentação. O vocalista da banda inglesa tropeçou na música, mas em seguida emendou uma cambalhota com seu violão pendurado no peito e rindo de si mesmo.

Setlist Mylo Xyloto, Hurts Like Heaven, Yellow, In My Place, Major Minus, Paradise, Lost!, Violet Hill, God Put A Smile On Your Face, The Scientist, Us Against The World, Politik, Viva La Vida, Charlie Brown, Life is For Living, Clocks, Rehab (Amy Winehouse), Fix You e Every Teardrop Is A Waterfall.


Fotos: Reprodução/Internet

Cinco escolas do Maranhão com as piores notas do ENEM 2011

Dá até vergonha de divulgar, mas ao contrário de 2010, as escolas maranhenses não obtiveram resultado positivo no Enem 2011. Segundo divulgação realizada pelo Ministério da Educação, na tarde desta quinta-feira (22), o Maranhão se destacou negativamente por ter três escolas entre as cinco de menor nota do país: em São Domingos do Azeitão, Olinda Nova do Maranhão e Centro Novo do Maranhão.

Segundo o levantamento foram divulgadas notas de 206 escolas maranhenses, tanto das escolas de ensino público quanto das redes privadas. Das dez melhores escolas, apenas duas não estão em São Luís. Mas, o estado também se destacou por estar entre aqueles que apresentaram o pior desempenho do Brasil.

A escola que obteve saldo negativo foi o Centro Educacional Aquiles Lisboa, localizada em São Domingos do Azeitão, na região sul do Estado, que obteve nota 383,71. Seguida do anexo 1 do Centro de Ensino José Maria de Araújo, em Olinda Nova do Maranhão, que obteve nota 393,52. A quinta pior colocação ficou com o Centro de Ensino Maria do Socorro Almeida Ribeiro, localizado em Centro Novo do Maranhão, com nota 394,55.

Melhores resultados do Estado

1º Reino Infantil - Nota 643,62
2º Escola crescimento - Nota 619,80
3º Colégio Educator - Nota 616,16
4º Centro de Ensino Upaon-Açu - Nota 596,64
5º Colégio Dom Bosco - Nota 596,01
6º Ifma - Nota 587,26
7º Colégio Marista Araçagi - Nota 585,31
8º Ifma-Imperatriz - Nota - 581,90
9º Colégio Literato - Nota 576,42
10º Centro de Educação Internacional - Nota 571,67

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Editais para autores e criadores negros


A Fundação Biblioteca Nacional (FBN/MInC) lançou ontem, 20, três editais voltados para criadores e escritores negros. Os editais fazem parte do projeto do Ministério da Cultura (MinC) e da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) de valorização e fomento de produtores, criadores e escritores negros. O lançamento faz parte das reflexões do Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. 
Os objetivos dos editais são formar novos escritores, elevar o número de pesquisadores negros e de publicações de autores negros e incentivar pontos de leitura de cultura negra em todo o país de forma a se estabelecer novo paradigma em todas as linguagens apoiadas pelo MinC, com a participação efetiva da população negra brasileira.
O Edital de Pontos de Leitura tem como meta a implantação de 27 pontos de leitura em instituições selecionadas por edital público, onde serão desenvolvidas atividades de mediação de leitura, criação literária, publicação, seleção de acervo e pesquisa para entidades da sociedade civil com ações voltadas para a preservação da Cultura Negra e afirmativas de combate ao racismo no país. O edital prevê recursos no valor de R$ 3.200.000,00 (três milhões e duzentos mil reais) do Tesouro Nacional destinados a Programas Culturais.
O edital de apoio à pesquisa prevê a concessão de até 23 bolsas para o desenvolvimento de projetos de pesquisa para pesquisadores negros para a promoção e disseminação do conhecimento e preservação da memória cultural brasileira através de trabalhos originais em qualquer área definidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq. O edital tem valor aproximado de R$ 196 mil e as bolsas serão divididas em três categorias: 1 (um) para pesquisador-doutor no valor de R$30 mil; 2 (dois) para pesquisadores – mestres no valor de R$22.800 mil, e 20 (vinte) para pesquisadores – juniores de iniciação cientifica, formandos ou recém-graduados no valor de R$6 mil.
O terceiro e último edital busca o desenvolvimento de projetos editoriais em co-edição com a finalidade de produzir publicações de autores brasileiros negros em meio impresso e/ou digital. Poderão participar editoras privadas ou públicas, institucionais ou universitárias, entidades públicas ou privadas, com ou sem fins lucrativos, e organizações da sociedade civil, desde que tenha em suas finalidades a publicação de livros. O edital tem valor de R$ 500 mil e prevê o lançamento de até 25 obras no prazo máximo de 180 dias após as assinaturas. 
A cerimônia de lançamento dos editais contou com a presença da Ministra da Cultura, Marta Suplicy, da Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, do presidente da FBN, Galeno Amorim, do diretor-curador do Museu Afro Brasil, Emanoel Araújo, do presidente da Fundação Cultural Palmares (FCP), Eloi Ferreira, e do presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), Antonio Grassi. O evento foi realizado no Museu Afro Brasil, no Ibirapuera, em São Paulo

Toilet no Teatro da Cidade

                                                                Natan Campos e Ivone Coelho

Começa hoje no Teatro da Cidade (antigo Cine Rox), a exibição da comédia Toilet, do ator e diretor Charles Melo. A peça fica em cartaz ainda dias 22 e 23 (quinta e sexta-feira).
O espetáculo é uma comédia romântica popular e erudita ao mesmo tempo. Simples e chique, com personagens comuns do interior e elegantes de países estrangeiros. fazendo uma grande brincadeira com a obra do artista plástico francês Marcel Duchamp: A Fonte, o mictório masculino colocado em exposição como obra de arte que revolucionou os conceitos contemporâneos de estética e crítica de arte.
“É na verdade a demonstração de um choque cultural da realidade do interior com a arte moderna. O que passa pela cabeça de uma pessoa do interior ao se defrontar com as tendências arrojadas da arte moderna? Então a gente brinca com essa linguagem, tudo isso tendo como pano de fundo a crise conjugal, o roubo de peças, elementos que vão permear a história”, resume Charles Melo.
Com dois estrangeiros e dois maranhenses no elenco, o diálogo se expande para além-fronteiras; fala-se em inglês e português, canta-se em português, inglês, russo e alemão, mas ao final dessa confusão de  línguas e referências o que sobra é uma frase simples e sincera: Eu te amo.
Toilet conta a história de um casal em crise de relacionamento. Helena  (Maria Itskovich) é inglesa, uma boêmia socióloga e Mr. Antony (Manlio Machiavello) é brasileiro, com origens interioranas que trabalha vendendo falsificações de obras de artes. Os dois vão vivendo suas diferenças, quando para piorar chega uma empregada, Maria Aparecida (Ivone Campos), do interior, ao mesmo tempo em que aparece um cliente  importante, Alberto (Natan Campos). A confusão está formada. Da música ao figurino, do penico de esmalte pintado de florzinhas ao mictório “Duchamp”, o espectador  vai rir e se deliciar com o popular e o requintado.

                                                                              Ivone Coelho e Maria Itskovich



Serviço
O quê? Espetáculo Toilet
Quando? Dias 21,22 e 23, às 20h
Onde? Teatro da Cidade (Rua do Egito, Centro)
Quanto? R$20,00 (meia-entrada no local)
           

            Fotos: Charles Melo

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

O fim da saga Crepúsculo





A Saga Crepúsculo vai deixar saudades para quem é fã. Eu assisti ontem ao último filme da trilogia e tenho que dizer que foi o melhor filme da saga, depois de Lua Nova. Amor, sexo, desejo, luta, guerra... ufa! Amanhecer – Parte 2, o quinto e último filme da saga é um turbilhão de emoções.
Alívio e ansiedade pelo fim, mas ao mesmo tempo nostalgia e saudade. Acabou... e deixou na nossa cabeça um gostinho de quero mais. Se bem que Stephenie Meyer poderia escrever uma nova trilogia, com Jacob (Taylor Lautner) e Renesmee (Mackenzie Foy)... Seria um tipo de sobrevida para a série. 
Nesse filme Bella (Kristen Stewart) e Edward (Robert Pattinson) estão mais apaixonados do que nunca. Bella-vampira  se transformou numa mulher que ela jamais seria se fosse humana, muito mais confiante, forte e decidida. 
A batalha começa quando Irina (uma prima do clã dos Cullen) vê Renesmee e conta aos Volturi achando que a criança é imortal e que, segundo a lei dos vampiros, deve ser destruída. A partir daí começa uma luta de ambos os lados dos clãs dos vampiros para a busca de testemunhas que possam presenciar o confronto final.
O desenrolar do filme é tenso. Enquanto os Volturi, mesmo depois de constatarem a verdade teimam por acabar com o clã, os Cullen reagem, mas sem querer levar o confronto para a luta. O final se completa com a chegada de Alice, que havia ido em busca de uma criança  imortal para provar que Reneesme não poria em risco o clã dos vampiros e nem a humanidade. Depois que tudo é resolvido e os Volturi vão embora, Bella e Edward podem finalmente desfrutar da eternidade. A sequencia de cenas que se segue é linda mostrando desde o início, quando Bella chega à cidade (Crepúsculo 2008), até o nascimento de Reneesme. Tudo isso também é visto por Edward, pois Bella finalmente tirou o bloqueio de sua mente  fazendo com ele também lesse a sua mente.  
Destaque para as cenas de Jacob se transformando em lobo para o pai de Bella, e quando Edward e Bella vão fazer amor pela primeira vez depois que ela se torna vampira. Foi legal também a autora ter mostrado no final todos os personagens da Saga que atuaram desde o início.
Com certeza um dos poucos filmes que, comparando com o livro, não me decepcionaram. E com certeza verei outras vezes e relerei os livros outras vezes também. Inesquecível. Inexplicável. Imbatível.

            Eternity - Forever!!!!






Fotos: Reprodução/Internet

sábado, 17 de novembro de 2012

O rock-samba do Sambô em São Luís




É logo mais, às 22h, no Patrimônio Show (Praia Grande) a apresentação do grupo paulista Sambô. Adeptos do rock e seduzidos pelo samba os paulistas de Ribeirão Preto fazem  uma mistura que para muitos parecia impossível: misturar o som pesado do rock, feito com bateria, teclado e guitarra; com a batida leve do samba, tirada do pandeiro, banjo e cavaquinho.

Os meninos definem o grupo como uma roda de amigos aberta ao público disposta a tocar o que é pedido. A mistura de ritmos é o que faz o sucesso desse grupo que em cima do palco toca diferentes vertentes musicais, como o rock, o pop e o samba, em estilo próprio a que deram o nome de "rock-samba": rocks clássicos são interpretados com instrumentos típicos de uma roda de samba.

Músicas como Mercedes Benz, de Janis Joplin; Rock'n Roll, de Led Zeppelin ou I Feel Good, de James Brown, são cantadas por Daniel San (voz e pandeiro) com sua voz característica de rock e acompanhadas por cavaquinho, tan-tan, rebolo...instrumentos típicos de uma verdadeira roda de samba. Compõe ainda o Sambô Sudu Lisi, na bateria; Ricardo Gama, no teclado; Júlio Fejuca no cavaquinho, guitarra e banjo; Max Leandro, no surdo; e rebolo, a alegria e o swing de Zé da Paz no pandeiro.

No repertório músicas de Nirvana, Rolling Stones, U2 e Pink Floyd, Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, Seu Jorge, composições próprias e até versões totalmente brasileiras do rock. A mais recente música a entrar para o setlist do grupo, é Suddenly I See, tema do filme O Diabo veste Prada que a banda ouviu quando estava em uma loja de departamentos. “Gostamos de tocar música boa. As influências são muitas, de Arlindo Cruz a Stevie Wonder, de Lenine a U2, de Jamiroquai a Cartola”, afirma o músico Gama.

Maranhense ganha Grammy Latino

Maranhense ganha Grammy Latino por CD Iluminado Domiguinhos

Samartony Martins
O maestro, músico e arranjador maranhense José Américo Bastos foi um dos vencedores do Grammy Latino 2012, que aconteceu na última quinta-feira (15), em Las Vegas, nos Estados Unidos. Zé Américo recebeu o fonógrafo dourado pelo CD Iluminado Dominguinhos, na categoria Raízes Brasileira. O Grammy Latino é a maior premiação que prestigia a indústria da música.

No início do ano este mesmo trabalho já havia sido indicado em quatro categorias no 23º Prêmio da Música Brasileira, edição 2012, nas categorias Melhor Álbum Instrumental, Melhor Produtor, Melhor Instrumentista e Melhor Arranjador da qual foi vencedor.

O maranhense, que há décadas está radicado no Rio de Janeiro, revelou em entrevista a O Imparcial que está muito feliz com a premiação e que a mesma é especial por conta de sua singularidade. "É muito gostoso ver o seu trabalho reconhecido sempre. Eu já havia sido indicado ao Grammy Latino outras vezes com trabalhos que eu mesmo produzi com outros artistas e também por encomendas de gravadoras. Mas esta premiação é especial por que Iluminado Dominguinhos é um projeto que eu mesmo criei e realizei. É como um filho querido que você acompanha todas as fases. Eu só tenho a dizer que estou muito feliz", contou Zé Américo.

Em Iluminado Dominguinhos, Zé Américo presta uma homenagem à obra musical de Dominguinhos e conta com a participação especial dos melhores da música instrumental brasileira como Arthur Maia, Gilson Peranzzetta, Yamandu Costa, Wagner Tiso, além de Gilberto Gil, Waldonys e Elba Ramalho. O disco, que tem doze faixas, resgata clássicos como: Princesinha no choro, lamento sertanejo, Homenagem a Jackson do Pandeiro, Ô xente, noites sergipanas, Fuga para o nordeste, te cuida jacaré, Ilusão nada mais, Tenho sede, Eu só quero um xodó e De volta pro aconchego e o Medley 11 de abril, Isso aqui tá muito bom e pedras que cantam. O projeto foi lançado no formato CD/DVD e mostra um Dominguinhos virtuoso e criador de melodias que, de tão raras e genuínas, já viraram de domínio público.

Dominguinhos foi descoberto por Luiz Gonzaga, na década de 1950, seguiu os passos do mestre e, sem copiá-lo, já tinha seu próprio estilo incorporado. "A obra de Dominguinhos é de extrema relevância. Ele é um grande músico e uma grande pessoa", ressaltou o produtor musical, José Américo.

Zé Américo é considerado um dos maiores produtores musicais do país e já trabalho com grandes nomes da Música popular Brasileira como Elba Ramalho, Alcione, Paulinho da Viola, Gilberto Gil, Chico Buarque, Alceu Valença, Raimundo Fagner, Simone, Maria Bethânia, Zizi Possi, Fafá De Belém, Sandra De Sá, Gabriel O Pensador, Zeca Pagodinho, Gal Costa, Lulú Santos, Ivan Lins, Nana Caymmi, Moraes Moreira, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, Amelinha, Ednardo, Olívia Hime, Zeca Baleiro, Rita Ribeiro tantos outros que já contaram com a participação do maestro em seus discos. Zé Américo é produtor de vários Discos de Ouro e Platina pelas gravadoras Universal, BMG e Sony Music. Zé Américo tem no currículo tem ainda Prêmios SHARP e MPB.

Três Perguntas para José Américo
Como você avalia este momento da música instrumental brasileira com a premiação de um Grammy Latino?
A música instrumental é a origem de tudo. É a música que está na vida do homem desde que o mundo é mundo e ganhou um sentido mais popular quando a mesma ganhou letra. Na Europa e em outras partes do mundo, a música instrumental sempre teve seu espaço, finalmente o Brasil está descobrindo a sua importância.

Você está radicado há muitos anos no Rio de Janeiro. Como está a sua relação com a música maranhense?
Moro  no Rio de Janeiro há 37 anos e tenho uma ligação muito forte com a música maranhense. Um exemplo disso é o meu trabalho de arranjador musical que desenvolvo com Alcione desde 1986. Também tenho uma relação muito próxima com a Rita Ribeiro (Benneditto) , Sérgio Sá e Zeca Baleiro. O Maranhão é um celeiro poderoso de artistas. Sabemos que muito difícil produzir um trabalho musical em São Luís e faze-lo estourar no restante do país. A distância geográfica é complicador para essa visibilidade. Mas acho que os caminhos estão se abrindo.

Quando você retorna a São Luís?
Eu vou coordenar e produzir o CD/DVD do Festival Viva e estarei chegando à cidade no dia 26 e devo ficar até o próximo dia 30 de dezembro. Vou mixar, masterizar e finalizar este trabalho que é de grande importância para a divulgação da música maranhense fora do estado. Apesar de todas as dificuldades que os artistas enfrentam, eu percebo que o mercado local tem absorvido o que vêm sendo produzido. 

http://www.oimparcial.com.br/app/noticia/impar/2012/11/17/interna_impar,126196/maranhense-ganha-grammy-latino-por-cd-iluminado-domiguinhos.shtml

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Amanhecer - Parte 2 - Falta 1 dia

E aí, o felizardo que já assistiu a pré-estreia? Eu ainda não, mas to contando as horas. Estreia: 15 de novembro, ou seja, amanhã, galera!!!



 
Sinopse: Em 'Amanhecer - Parte 2', a felicidade dos recém-casados Bella Swan (Kristen Stewart) e Edward Cullen (Robert Pattinson) é interrompida quando uma série de traições e desgraças ameaça destruir o mundo deles. Após dar a luz a Renesmee (Mackenzie Foy), Bella desperta já vampira. Ela descobre que Jake (Taylor Lautner), seu melhor amigo, teve um imprinting com a filha e passa a acompanhar seu rápido desenvolvimento. Bella não aceita esse fato no início, mas depois compreende e eles convivem em harmonia.
 
Elenco: Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner, Peter Facinelli, Elizabeth Reaser, Ashley Greene, Jackson Rathbone, Kellan Lutz, Nikki Reed, Billy Burke, Chaske Spencer, Mackenzie Foy, Maggie Grace, Jamie Campbell Bower, Christopher Heyerdahl, Michael Sheen, Lateef Crowder, Daniel Cudmore, Charlie Bewley, Billy Wagenseller, Dakota Fanning, Cameron Bright, Andrea Powell, MyAnna Buring, Casey LaBow, Mía Maestro, Christian Camargo.

 
Curiosidades:

 » A Paris Filmes alterou o título nacional de 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2' para 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - O Final'. Dois meses depois, a distribuidora voltou atrás na decisão e manteve o título inicial.

 » As filmagens aconteceram entre 1º de novembro de 2010 e 15 de março de 2011. Algumas cenas adicionais tiveram que ser rodadas em 2012.

 » O ator Robert Pattison atua e canta em 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2', filme que encerra a saga. Ele canta e toca piano na música, traduzida como 'Canção de Ninar da Renesmee'. Duas músicas de Pattinson já foram utilizadas na trilha sonora de 'Crepúsculo': "Never Think" e "Let Me Sign".

» A pré-venda de ingressos de 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 1' vendeu mais de 370 mil ingressos em todo o país, o equivalente a 5 estádios do Morumbi completamente lotados.

 » Nos EUA, a pré-venda de 'Amanhecer – Parte 2' foi 87% maior que a de 'Amanhecer - Parte 1'. Enquanto o primeiro filme vendeu US$ 626 mil, o segundo conseguiu US$ 1,1 milhão.

 » 'Amanhecer' foi o maior lançamento em quantidade de salas já realizado no Brasil, com 1.200 cinemas em todo o país além de contar com as tradicionais sessões para fãs a partir da madrugada do dia 17 para o dia 18 de novembro.

» A première da Parte 1, que aconteceria no Rio de Janeiro, foi cancelada.

 » Kristen Stewart e Robert Pattinson vieram ao Brasil filmar cenas do longa. Apesar do barulho dos fãs e o tumulto das filmagens, o Rio foi o cenário para apenas cinco minutos da trama de 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer'. O acordo com a RioFilme fez a empresa pagar cerca de R$ 850 mil para a produção do projeto.

 » Stewart e Pattinson terminaram o namoro em agosto de 2012, quando fotos da atriz beijando o diretor Rupert Sanders durante as filmagens de 'Branca de Neve e o Caçador' vazaram na internet. Meses depois, antes do lançamento de 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2', Stewart pediu desculpas publicamente e o casal reatou o namoro.

 » Bill Condon, que tem no currículo filmes de prestígio como 'Kinsey - Vamos Falar de Sexo' e 'Dreamgirls - Em Busca de Um Sonho', dirige.

» Sofia Coppola ('Encontros e Desencontros'), Gus Van Sant ('Milk - A Voz da Igualdade'), Stephen Daldry ('As Horas'), M. Night Shyamalan ('O Sexto Sentido') e o brasileiro Fernando Meirelles ('Cidade de Deus') foram cotados para a direção.

 » Catherine Hardwicke ('Aos Treze') dirigiu 'Crepúsculo', Chris Weitz ('A Bússola de Ouro) comandou 'Lua Nova' e David Slade ('30 Dias de Noite') tomou conta de 'Eclipse'.

 » 'Amanhecer', o quarto livro da franquia, foi dividido em dois filmes. O último livro é o mais complexo e comprido, e seria dificil ser adaptado em apenas um filme.

 Fonte: cinepop.com.br