sábado, 26 de abril de 2014

Tulipa Ruiz em São Luís pelo MPB Petrobras

Em sua 17ª edição, o projeto MPB Petrobras traz para São Luís, a voz potente e doce de Tulipa Ruiz, no próximo dia 13 de maio. O show está marcado para às 20h no Teatro Arthur Azevedo e será a segunda apresentação da cantora em São Luís. A primeira foi em agosto de 2012.

Além de São Luís, O MPB Petrobras levará o show da cantora paulista para mais três capitais do Nordeste. A estreia dessa edição do projeto acontece em Aracaju, dias 06 e 07/05, e seguem por Maceió (08/05), Fortaleza (10 e 11/05) e São Luís, palco do encerramento em 13/05.

Com dois discos lançados ("Efêmera" e "Tudo Tanto"), a cantora e compositora paulista já teve sua voz e repertório premiados ("Multishow"; "APCA"; e "Contigo! MPB FM") e foi destaque da revista Rolling Stone, como disco do ano, e do jornal Folha de S. Paulo, que colocou seu álbum de estreia entre os melhores da década. Nessa temporada pelo Nordeste, Tulipa apresenta um mix do repertório que a consagrou. "Estamos sempre com o radar ligado para detectar as novas vozes da MPB. Ao longo desses 17 anos já apresentamos muita gente que estourou logo depois. Também já recuperamos artistas da MPB que andavam um pouco fora de circulação. Entendemos que a Tulipa Ruiz já faz parte do mainstream da MPB e está integrada dentro do escopo de artistas que formam a essência do projeto", explica o diretor da Caderno 2 Produções Artísticas e fundador do projeto, Dalmo Peres.

4º Maranhão Vídeo de Bolso

Promovido pela Universidade Federal do Maranhão, o 4º Maranhão Vídeo de Bolso receberá inscrições somente até esta sexta-feira, dia 25 de abril. O festival acontecerá nos dias 15 e 16 de maio deste ano, no Espaço Ímpar, sede dos Diários Associados (Renascença, atrás do Tropical Shopping) e premiará a originalidade, criatividade e qualidades, técnica e artística dos realizadores concorrentes.

A premiação geral é de R$ 9 mil reais. O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis no hotsite do festival: www.cultura.ufma.br/4videodebolso. Com realização da UFMA, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, e Fundação Sousândrade, o festival tem tema livre e aceita apenas produções inéditas em vídeo de qualquer gênero (ficção, documentário, animação, experimental, clipe, etc).

A mistura entre gêneros também será aceita. Os trabalhos devem ter como matriz de captação apenas câmeras de dispositivos portáteis, a exemplo de telefones celulares, smartphones, tablets, máquinas fotográficas digitais e webcam e deverão ser finalizados nas extensões 3GP ou MP4 (alta qualidade), com duração entre 30 segundos e três minutos. Os realizadores devem ter idade mínima de 16 anos e poderão concorrer com até três vídeos.

Prêmios - Serão premiados, de acordo com a decisão do júri de premiação, os três melhores trabalhos concorrentes: 1º lugar Júri Técnico: R$ 4.000,00 (quatro mil reais) mais troféu; 2º lugar Júri Técnico: R$ 3.000,00 (três mil reais) mais troféu e o 3º lugar Júri Técnico: R$ 2.000,00 (dois mil reais) mais troféu. A premiação aos vencedores em cada categoria, escolhidos pelo júri técnico unicamente em nome do realizador que consta na ficha de inscrição do Festival, não aceitando documentos e dados bancários de terceiros.

Puxadores da Portela no Samba Redondo



Dois dos talentosos puxadores de samba da Portela estarão em São Luís para a edição do Samba Redondo de hoje, às 22h, no Espaço Noir (antiga Flamingo). Rixxa e Rogerinho da Portela prometem levantar o público de São Luís, com interpretações de grandes sambas que fizeram sucesso na voz de Clara Nunes, Beth Carvalho, Alcione entre outros clássicos do estilo.

A produção do show é da Pororoca Produções que tem a proposta de trazer pelo menos uma vez ao mês grandes nomes do samba. “Esta é a primeira vez que trazemos cantores de fora, as outras edições foram com grupos locais e a ideia é fazer um espaço cativo para os admiradores do samba”, informa a produção.
Rixxa, Antonio Ricardo de Souza, além de compositor de muitos sambas memoráveis que ficaram conhecidos na voz de outros intérpretes, é considerado um dos timbres mais espetaculares da música brasileira e começou a carreira no início dos anos 1970 quando integrou o grupo Os Autênticos do Samba que fazia sucesso em grandes rodas de samba e shows que sempre atraiam nomes como Clara Nunes, Paulinho da Viola, entre outros.


Rogerinho da Portela, que completa ao lado de Rixxa e Wantuir, o trio de puxadores da Portela, também vai estar no Espaço Noir. Rogerinho começou a carreira na escola Renascer, de Jacarepaguá. Sua chegada na escola foi no ano passado e já é considerado como um dos grandes puxadores na história da Portela, escola reconhecida pela tradição dos bons compositores e bons puxadores.


Serviço
O quê? Samba Redondo Especial com show de Rixxa e Rogerinho da Portela
Quando? Hoje às 22h
Onde? Espaço Noir (Rio Poty Hotel)
Quanto? R$30,00 (pista); R$60,00 (camarote)

Arte e a amizade em pauta





Sérgio, Marcos e Ivan, têm uma relação de grande amizade que vai sendo revelada e questionada à medida que se desenvolve uma mera discussão sobre um quadro aparentemente branco comprado na véspera por Sérgio. Um simples quadro monocromático acaba por colorir de sentimentos, emoções e pensamentos a divertida e contundente relação desses três amigos.
Os três amigos são interpretados por Vladimir Brichta, Marcelo Flores e Claudio Gabriel no espetáculo Arte, uma comédia da autora francesa Yasmina Reza,  sucesso de público e crítica, que será encenado hoje e amanhã, 27, no Teatro Arthur Azevedo (rua do Sol). Em turnê desde 2012, o espetáculo tem a direção de Emílio de Mello, que também assina tradução do texto. Essa é a primeira vez que a peça viaja pelo Norte e Nordeste.
Arte apresenta uma análise inteligente e divertida da amizade, através da ótica masculina. Um jogo cênico envolvente e bem humorado, com diálogos afiados que se desenrolam, vertiginosamente, em torno da amizade de três amigos e seus conflitantes pontos de vista sobre a arte, comportamento, trabalho, relacionamento e os mais diversos assuntos. Um turbilhão emocional que ataca, inclusive, o valor dessa amizade.
Para Vladimir, a peça tem um quê de identificação com o público. “Sem dúvida alguma tem muito com que se identificar. Aliás, não há boa peça que não dê margem pra identificação do público com a história. A peça se chama Arte, e apesar de começar a história com uma discussão absurda sobre um quadro caríssimo aparentemente todo branco, ela se desenrola discutindo, num clima de D.R. (discussão da relação) masculina, a amizade desses três indivíduos ao longo dos últimos 20 anos”, conta Vladimir Britcha.

Cinco perguntas//Vladimir Brichta

A comédia é algo que te atrai? Você tem essa preferência?
Amo a comédia e estou muito feliz em estar fazendo ela na TV e especialmente no teatro nesse momento com a peça Arte, podendo viajar praticamente todas as capitais  do Brasil mostrando uma comédia que acho muito boa. Mas não é uma preferência minha. Tenho feito no cinema, assim que esporadicamente no teatro, o drama, e sinto igualmente muito prazer em fazê-lo.  

Você se divide entre teatro e TV, mas algum te dá mais prazer do que o outro?
Não consigo fazer muita distinção, pois o que mais me motiva são as histórias que vou contar. Mas o teatro, por ter um contato direto com o público, e por ser efêmero, tem um valor muito especial e absolutamente único. 

Você se inspirou em algum tipo pra compor o personagem Armane (Tapas e Beijos)?
Para compor o Armane, além do que o próprio texto sugeria, pensei em um estereótipo do homem que pensa ser mais do que realmente é. E também pensei em alguns amigos e conhecidos que me inspiram. 

E o que ele ainda vai aprontar com a Fátima?  
As enrolações vão continuar de qualquer maneira. A presença das crianças, filhos do Armane, está mais constante, e a Clotilde continua aquela sombra que paira sobre a felicidade deles. E tem também a presença do PC que é o arquirrival do Armane na luta pela atenção da Fátima.  

A TV e o teatro te deixam espaço para outros projetos?
A verdade é que gravando a série Tapas e Beijos e viajando quase todos os finais de semana com Arte pelo Brasil, tem sobrado pouco tempo pra outros projetos, mas ainda assim tenho conseguido fazer cinema com uma frequência ótima e ao final do ano terei lançado quatro filmes.

Serviço
O quê? Espetáculo Arte
Quando? Hoje, às 20h e 27, domingo, às 19h
Onde? Teatro Arthur Azevedo (Rua do Sol)
Quanto? R$ 50 plateia, frisa e camarote (R$ 25 meia entrada); R$ 20 balcão e galeria (R$ 10 meia entrada)

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Garage Pub com Twelve Street

 
Da necessidade de se fazer música, com um pouco de criatividade qualquer espaço pode virar um celeiro musical. Às vezes pode ser uma garagem, um espaço improvisado: banheiro, sala de amigo, quarto de namorada, etc., pra quem sabe um dia, isso se tornar a materialização de um sonho. E com essa temática, o "Garage Pub" chega com uma noite embalada pelo melhor do rock, tendo como atrações a banda Twelve Street, com músicas do seu EP homônimo, destaque em sites de crítica de música independente nacional. E para encerrar a noite,os músicos Sandoval Filho, Adnon Soares, Carlos Silva, Pedro Moura e Marlon Silva se unem para o especial "The Strokes", tocando os maiores hits de uma das bandas que se tornou uma das grandes influências para o rock da nova geração.


Garage Pub
Local: Pub Amsterdam (Lagoa da Jansen)
Data: 26 de abril (sábado)
Horário: 23h
Entrada: R$20,00.

Prefeitura abre inscrições de propostas artísticas para programação junina


 Para dar início aos preparativos do São João 2014, a Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func), divulgou na última quarta-feira (16) o edital referente à inscrição, seleção e contratação de propostas artísticas que vão integrar a programação junina organizada pelo município. As inscrições estão abertas no período de 22 de abril a 16 de maio, das 13h às 19h de segunda à quinta-feira, e das 8h às 14h na sexta-feira, na sede da Func, localizada na Rua Isaac Martins, Centro.

Com o tema “São João de São Luís – O Arraial do Brasil é Aqui”, a expectativa dos organizadores é dar visibilidade nacional para a maior festa popular do Maranhão na capital maranhense. O evento será realizado na Praça Maria Aragão, no período de 13 a 29 de junho, com 350 apresentações juninas que serão contratadas por meio do edital, seguindo orientação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

“Nossa gestão tem trabalhado na construção de uma cultura democrática, transparente e participativa. Mais do que isso, as tradições populares da nossa cidade reforçam uma cadeia econômica própria nesse período e incentivam maior produtividade nas áreas de artesanato e comércio”, destacou o prefeito.

Desde o ano passado, a Fundação tem utilizado o formato de editais para atender à política de democratização e descentralização na organização dos eventos da Prefeitura. “O modelo tem garantido não só a organização dos próprios grupos em relação às suas propostas como também a diversidade na montagem da organização em relação às apresentações artísticas”, explicou o coordenador de eventos da Func, Ribamar Moraes.

Poderão se inscrever espetáculos artísticos de grupos e manifestações da cultura popular (grupos de bumba-meu-boi, tambor de crioula, danças, grupos alternativos, grupos mirins de cultura popular), propostas de shows musicais e forró pé de serra, espetáculos cênicos (teatro, contação de história, intervenções artísticas), que já tenham apresentações prontas para o período junino, obedecendo ao critério de 60 minutos de duração máxima de cada espetáculo.

Cada proponente deverá organizar um material que inclui portfólio ou currículo artístico com notícias e fotos sobre o grupo, texto descrevendo a história e relevância do grupo para a cultura maranhense, CD ou DVD com algum registro, repertório musical coerente com as propostas de show musical ou apresentações de bandas de forró pé de serra, entre outros requisitos que constam no edital.

SÃO JOÃO 2014
Este ano, o São João tem como objetivo continuar o trabalho em torno da festa e cultura popular, ampliando a sua forma de realização e fomentando as tradições populares, sem perder de vista os aspectos contemporâneos das culturas. No ano da Copa, o arraial promovido pela Prefeitura pretende atrair visitantes do Brasil inteiro, a partir do tema “São João de São Luís – O Arraial do Brasil é Aqui”.

Novamente a Praça Maria Aragão concentrará parte da programação, onde será montado o arraial “Terreiro da Maria”, com barracas de alimentação, artesanato, institucionais e espaço para atividades lúdicas, brincadeiras, oficinas populares e contação de histórias, além de outras atividades que vão integrar o arraial.

No dia 15 de abril, a equipe organizadora do São João da Prefeitura reuniu alguns representantes de empresas e instituições com o intuito de formalizar parcerias e adotar um modelo de negócio para fortalecer ainda mais a estrutura da organização do evento, ampliando as possibilidades orçamentárias e, consequentemente, a realização de projetos para além do apoio aos eventos do calendário junino.
 
 
Fonte/Foto: Ascom/FUNC

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Jovens concertistas no TAA




                                                                                                 
“O que me inspira a tocar não é uma pessoa ou um ídolo do violino, mas sim o próprio instrumento, me tornando a cada dia um músico melhor, não só tecnicamente falando, mas humanamente também”. É esse pensamento que o violinista Lenilton Ferreira (foto), 25, leva para a vida e foi também o que ele respondeu quando preencheu ao questionário de seleção de músicos maranhenses para a etapa Maranhão da Academia Jovem Concertante (AJC).

Ele e outros cinco músicos maranhenses integrarão a turnê que abre a programação do projeto em 2014 e estará nas cidades de Vitória do Mearim, Itapecuru Mirim, Santa Inês e Alto Alegre do Pindaré, com estreia nesta sexta-feira, 18, em São Luís, no Teatro Arthur Azevedo, às 19h. A turnê segue até o dia 24 de abril com direção artística da pianista Simone Leitão, regência do violinista Daniel Guedes e patrocínio da Vale.
A AJC faz um trabalho intensivo desde 2012 com um repertório orquestral variado, que visa preparar o jovem músico para o seu futuro como integrante das orquestras profissionais de qualidade do país, bem como dar oportunidade dele conviver com músicos de outras regiões do país. Ao todo 26 jovens com idades até 29 anos farão parte do concerto. Predominam músicos das regiões norte e nordeste do Brasil, mas também há músicos do sudeste.

Lenilton Ferreira foi selecionado para 1º violino, ou como ele mesmo diz: “na seleção pro naipe dos primeiros violinos”.“Eu estou muito feliz em participar. É mais do que justa a nossa participação nesse projeto. Digo isso porque além de mim, passaram mais 4 amigos meus. Essa aprovação em um projeto tão importante só mostra que nós, músicos maranhenses, temos capacidades de realizar qualquer trabalho musical, seja ele sinfônico ou de câmara, contradizendo o que os críticos musicais e alguns dos próprios professores da Escola de Música falam sobre o assunto, um vez que, se formos incapazes de realizar algum trabalho musical isso só mostra a incapacidade e a debilidade desses mesmos professores em ensinar”, desabafa Lenilton.

Embora muito jovem o contrabaixista Edson Cosmos (foto) já tem uma boa bagagem musical e experiência em eventos fora do Estado. Formado em baixo elétrico na Escola de Música do Maranhão, é graduado em música pela UEMA, faz especialização em Musicoterapia na Universidade Federal do Piauí e toca o baixo acústico há mais de cinco anos.

“Frequentemente temos que sair e procurar os festivais de música de outros estados, por conta ainda de termos apenas a Orquestra de Câmara da Escola de Música. Sou um privilegiado de poder fazer parte desse projeto e de certa forma representando o Maranhão. Com certeza será uma experiência marcante para todos e reitero que é de fundamental importância que nós tenhamos mais projetos dessa envergadura no estado, e organizados pelo próprio estado; existe uma riqueza cultural vasta e diversificada acontecendo no estado e que só precisa ser vista com um pouco mais de carinho e abraçada com mais objetividade e visão de desenvolvimento”, aponta Edson.

Sobre sons e o que o inspira, Edson é categórico: “A música é deslocamento de som, e você poder usar isso para colocar ideias na cabeça de alguém, para curar alguém e ensinar outros a fazerem a mesma coisa é profundamente inspirador”, filosofa.




Músicos maranhenses selecionados
Edson Cosmos (contrabaixo)
Jorlielson Lima (violoncelo)
Lenilton Ferreira (1º Violino)
Neilan Saelle de Oliveira (2º violino)
Thaynara Oliveira (2º violino)
Valberlino Gomes (trompa)
Direção: Simone Leitão (piano)
Regência: Daniel Guedes


Agenda Turnê
19/04 Vitória do Mearim
20/04 Itapecuru Mirim
23/04 Santa Inês
24/04 Alto Alegre do Pindaré


Serviço
O quê? Academia Jovem Concertante (MA)
Quando? Hoje, às 19h
Onde? Teatro Arthur Azevedo
Quanto? Entrada Franca

Feijoada Rosas de Maio




A Feijoada Rosas de Maio é o primeiro evento do G5 Produções e já começou grande. A festa vai acontecer ao som de muita música maranhense, samba e pagode com os grupos Amigos do Samba, Pagode do Ivan, Banda Levada Quente, Máquina de Descascar’Alho, Bloco Vagabundus du Jegue e Bicho Terra. Tudo isso regada a uma suculenta feijoada, no dia 3 de maio, a partir das 13h, no Iate Clube (Ponta D’Areia), sem hora pra acabar.

Para as mulheres haverá um momento especial quando representantes da Mary Kay farão demonstração dos seus produtos. 
 
Prestigie, leve a família e os amigos e curta um sábado com muita diversão. As camisas estão sendo vendidas pelo preço de R$40,00 e já podem ser adquiridas pelos fones (98) 8885-3591, 8843-0200,  8119-1963 e ainda 8843-0179.

Sexta do rock

“O rock não para!”. É com essa afirmação que o produtor do festival Nelson Pro-Rock, Jorge Bavu, justifica a programação desta sexta-feira santa no Bar do Nelson (avenida Litorânea). Essa é a terceira noite do Festival no mês de abril idealizado para promover shows e movimentar o cenário musical de rock com músicos e bandas maranhenses. Hoje, a partir das 22h, três bandas se apresentam: Twelve Street, Boys Bad News e V- Road (PI).

O Nelson Pro-Rock foi realizado pela primeira vez no ano passado, também em abril, no Bar do Nelson, com a participação de mais de 12 bandas maranhenses. A ocasião foi marcada por lançamentos de CDs, estreia de clipes e de novas bandas no cenário local. “A aceitação do público foi muito positiva com o festival, que resolvemos repetir a dose e incluir o evento no calendário anual da cidade no mês de abril”, disse a produção.


Formada por Pedro Moura (guitarra/vocal), André Carneiro (guitarra/vocal), Paulo Moraes (baixo) e Kiko Lisboa (bateria), a banda Twelve Street (foto) pode ser definida como uma homenagem ao som dos anos 90, do punk rock do Bad Religion à classe melódica do Teenage Fanclub, passando pelas distorções massivas do Superchunk e Dinossaur Jr. Após uma fase de pré-produção e algumas reformulações, a banda lança seu disco de estreia todo composto por músicas do vocalista e guitarrista Pedro Moura.


A Boys Bad News (foto) vem embalada na divulgação do seu primeiro disco, Take One. O trio formado por Domingos Thiago (vocal e guitarra), Sandoval Filho (baterista) e Emanuel Maia (baixo) faz um som influenciado pelas bandas dos anos 90. O trio vem fazendo nome e já tocou em festivais e eventos pelo Norte e Nordeste, como no Rock Cordel, Grito Rock e Ponto CE.


Completando a noite no Nelson, a piauiense V-Road  (foto), única convidada de outro estado, traz o seu rock alternativo. Formada por Júlio Baros (guitarra e vocal), Roni Vieira (guitarra), Lucas Dourado (bateria) e Mauro Oliveira (baixo) a banda vem trabalhando as músicas do primeiro disco com 12 faixas inéditas chamado Wings Of A Screamer. A V-Road é conhecida pelo estilo grunge da década de 90 tendo como influências Nirvana, Pearl Jam, Alice in Chains, Puddle of Mudd, Foo Fighters, Creed e outros.


Serviço
O quê? 3ª Noite do Nelson Pro-Rock
Quando? Hoje, às 22h
Onde? Bar do Nelson (Av.Litorânea)
Quanto? Inteira R$30,00; meia R$15,00

Ele vai voltar

Um espetáculo cênico com dança e teatro que, momento mais que oportuno, remetem às reflexões sobre o que o ser humano está fazendo nesse mundo. Um território de desastres, conflitos, tragédias, catástrofes. Em que mundo estamos vivendo? E quando Jesus voltar? Esses e outros questionamentos aliados à beleza da dança e das encenações estão no espetáculo Ele Vai Voltar!, em cartaz até o dia 20 (domingo),  no Teatro da Cidade de São Luís (antigo Cine Roxy), com sessões diárias às 18h e 20h.

O texto é do escritor José Raimundo Gonçalves e aborda de forma bem contextualizada a paixão de Cristo entrelaçando tradição e contemporaneidade. Em 40 minutos de encenação a plateia se envolve com o texto. Atores, dançarinos e público envoltos em reflexões e no clima da ascensão de Jesus Cristo.

“A peça é um instrumento de fortalecimento da fé. Trata-se do momento da ascensão de Cristo. É dizer que Páscoa é vida. Esse espetáculo tem uma contextualização com a realidade, com os problemas sociais. É onde Jesus Cristo interage com público no intuito de determinar de que forma Ele deve voltar. De que forma Ele vem em meio a toda essa gama de catástrofes e mazelas. Mas também de dizer que Ele está dentro de nós e que nós não percebemos”, afirma o ator e diretor do espetáculo, Josimael Caldas, que atua como Jesus.

Dividem a cena com Josimael Caldas os atores e dançarinos, Bruno Oliveira, Gabriel Marlen, Jéssica Adelany, João Olicar, Rita Caldas e Sábita Lopes. A produção e coreografia tem a assinatura de Elton Ricardo Lima e a iluminação é de Jadsuel Monteiro.

A coreografia entra como elemento corporal e está presente em todas as cenas, onde além do corpo os bailarinos fazem toda uma misancene (mise en scène) da paixão tradicional contextualizando com o contemporâneo.

Essa é a primeira temporada do espetáculo e apresenta trechos bíblicos e passagens que suscitam a reflexão, por isso, para a Companhia Maranhense de Teatro (Comarte) que montou a peça, ela é considerada uma superprodução porque envolve além da dinâmica do fazer artístico, a fé em elevar a produção cultural do Estado, segundo Josimael Caldas.

“É uma honra trabalhar esse texto. Essa produção é acima de tudo, a demonstração do anseio de lutar por melhores condições de vida dizendo não às mazelas sociais; e acreditar, que somos capazes de construir uma sociedade nova pautados na fé, sendo as artes cênicas elementos primordiais dessa construção”, diz ele.

"Eu quero voltar, eu quero voltar, mas como está difícil encontrar uma manjedoura nesse mundo..." diz um trecho do espetáculo, dentre vários outros que remetem ao mundo atual. E se eu voltar como preto, pobre, morador da favela e condenado pelas drogas, quem me reconhecerá? E se eu voltar no seio de uma família rica?. “A forma como ele vai chegar e como ele será recepcionado é o grande mote do espetáculo. Mas aí ele vai ter a ascensão e vai pedir paz, amor”, pontua o diretor.

Entre atores novos e experientes, a Comarte acredita que acima de tudo, é preciso fortalecer o teatro. “A Semana Santa é o momento em que a humanidade vive a reflexão sobre o filho de Deus. A arte assume a função de educar numa visão crítica e transformadora, onde o teatro como instrumento disseminador da cultura confirma opoder de fazer fluir sentimentos e emoções, gerando assim novas investigações”, acredita Josimael. O espetáculo é inspirado na visão estética brechtiana (quebra da quarta parede) e na visão de Stanislaw, onde há a promoção da conscientização da emoção.






Ficha Técnica
Texto: José Raimundo Gonçalves
Direção: Josimael Caldas
Produção e Coreografia: Elton Ricardo Lima
Elenco: Josimael Caldas, Bruno Oliveira, Gabriel Marlen, Jéssica Adelany, João Olicar, Rita Caldas e Sábita Lopes


Serviço
O quê? Espetáculo Ele vai voltar!
Quando? Até o dia 20, às 18h e 20h
Onde? Teatro da Cidade de São Luís (Rua do Egito)
Quanto?R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)

O multishow de Tirulipa



Ele canta, dança e representa. Tirulipa faz um show de humor com piadas, situações engraçadas do cotidiano das pessoas, e tira onda com suas famosas paródias. Com bordões como “Abestado”, o humorista cearense se apresenta dia 19, no Auditório do WH Rio Poty Hotel (Ponta D’Areia), a partir das 19h30, com o espetáculo Tá Gostando tá? Tá querendo tá?, e terá as participações de dois humoristas locais.

Foi com um refrão simples que o humorista Everson Silva fez sucesso no final da década de 1990. Tirulipa Júnior, como ficou conhecido, cantava Jurubira com um sorriso debochado no rosto e uma dança bem esquisita, imitando o pai, Tiririca, que ficou famoso pela repetitiva Florentina.

O que vem chamando a atenção recentemente são suas paródias bem boladas de músicas de sucesso, como Vó, virei viado! baseada no sucesso da música de forró Vó, to estourado! e outra baseada no sucesso global Gangnam Style, do PSY, que virou Vou em Cagar do Viçai. Além desses, tem a imitação da personagem Gabriela, a Gazela; e a Katitta, uma sósia da cantora Anitta com a paródia do Show das Poderosas, intitulado Repara. “Repara/Que agora é hora/Chegou a minha sogra/Que fala, critica/Me xinga pelas costas”; é um dos trechos da música.

O humorista faz em média 20 shows por mês e a cada apresentação surpreende o público com novidades. O mais recente sucesso é a versão da música de Psirico, Lepo Lepo, que virou Meu Caneco. O vídeo tem mais de 350 mil visualizações e é um sucesso na internet. A paródia mostra o humorista dançando no Espigão da Rui Barbosa, na Praia de Iracema. Em São Luís ele vai lançar a paródia de uma música de Bruno Mars.

“Sempre estou com show novo, pois renovo meu repertório sempre. A cada artista que aparece na mídia em destaque eu vou logo pra cima e faço a minha sátira em cima do artista. E a maior novidade hoje é o Bruno Mars que eu faço no show e vou apresentar aí em São Luís (risos)”, anuncia Tirulipa em entrevista a O Imparcial.

Além desses personagens, Tirulipa vem a São Luís com: O cantor Luan Santana como João Santana; Gabriela como Gazella da novela global Gabriela; Tiririca, onde o Tirullipa homenageia seu pai Tiririca e faz a imitação do deputado; e a novidade em seu show, o Stand Up Comedy.



Quatro perguntas//Tirulipa
Você canta, dança, conta piadas. Considera-se um humorista completo?
Faço um pouco de tudo, mas tem muita coisa ainda pra se tornar um artista completo. Sou um eterno aprendiz, mas tudo que me colocarem eu faço, pois amo desafios, gosto de desafiar os meus limites!


O que mais te dá prazer quando está no palco?
Tudo! Fazer o povo sorrir é o meu maior prazer, não importa se é de cara limpa, de personagem, cantando ou dançando o negócio é fazer o povo rir (risos).


Quanto à carreira política? Pretende ser político como seu pai?
 Não, por enquanto hoje só penso na minha carreira como humorista, isso não quer dizer que futuramente, sei lá, um dia eu possa vir a mudar de ideia, mas no momento o foco é meu trabalho como comediante.


Teve algum fato inusitado que aconteceu durante um show?
Tive uma tremenda dor de barriga na hora que o apresentador me anunciou (risos). Aí eu corri e fui fazer o meu serviço e a plateia ficou esperando e sem saber o que estava acontecendo. Mas aí voltei e fiz o show numa boa e expliquei pra eles e eles entenderam (risos).


Anota aí!
O quê? Show de Tirulipa
Quando? 19 (sábado), às 19h30
Onde? Auditório do WH Rio Poty Hotel (Ponta D’Areia)
Quanto? Bronze R$ 40,00; Prata R$ 50,00; Ouro R$ 60,00

domingo, 6 de abril de 2014

Xandy deixa Grupo Revelação

UOL-SP

O vocalista do Grupo Revelação Xande de Pilares, anunciou oficialmente que deixará o grupo. O cantor, no entanto, seguirá com o grupo até o carnaval de 2015, antes de seguir em carreira solo.

Segundo nota divulgada à imprensa, a saída não tem ligação com a participação de Xande no programa "Esquenta", da Rede Globo, apresentado por Regina Casé. Recentemente, o cantor assinou contrato com a emissora para integrar o elenco fixo da atração, ao lado do sambista Arlindo Cruz.

"Sou uma pessoa muito apaixonada pela música e quero estar sempre feliz com o que faço. Fui transparente com o grupo, não briguei com ninguém. Foi um relacionamento que chegou até onde podia. Sempre me dediquei ao grupo, sou uma pessoa que olha muito pelos outros, mas chegou a hora de dar uma atenção a mim mesmo", diz o músico.

Há 20 anos Nirvana cancelava show no Lollapalooza

Do G1 em São Paulo

O cancelamento do show do Nirvana no Lollapalooza 1994, nos EUA, foi a última notícia relevante sobre o Nirvana antes da descoberta do corpo de Kurt Cobain em Seattle, no dia 8 de abril. Exames póstumos indicaram que ele se matou no dia 5 de abril, há exatos 20 anos. Ele havia fugido de uma clínica de reabilitação e estava sozinho em casa. Enquanto a tragédia não era descoberta, o jornal "Los Angeles Times" noticiou, no dia 6 de abril, a desistência da banda de ir ao festival. Segundo a "Billboard", o Lolla confirmou o cancelamento no dia 7. Só um dia depois o corpo foi achado. Até então, ninguém sabia que Kurt estava morto.
Nos anos 90, o festival era uma turnê pelos EUA. O evento ficou associado ao grunge, mas o Nirvana, mais conhecido nome do estilo, acabou nunca participando. Em agosto de 1994, durante o Lollapalooza na Filadélfia, a viúva, Courtney Love, cantou com os Smashing Pumpkins e pediu um minuto de silêncio por Kurt. Antes, cantou "Miss World" e mudou o último verso: "Por quê você tinha que morrer?".

Edital de Seleção para Projetos Esportivos e Culturais


Até o dia 25 de abril estão abertas as inscrições para o novo Edital para a Seleção Pública de Projetos de Esporte e Cultura da CEMAR 2014. A Companhia adotou esta metodologia para garantir a transparência do processo e possibilitar que mais pessoas conheçam as linhas de investimentos que a ela possui.

Os patrocínios são destinados para projetos esportivos e culturais aprovados por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte e a Cultura, via ICMS, pelo Governo Estado do Maranhão que estiverem em conformidade com as condições e exigências estabelecidas no Edital da CEMAR que está disponível no site no www.cemar116.com.br.

Todos os projetos selecionados deverão ter o Certificado De Mérito Esportivo (Lei nº 9.436), ou Certificado De Mérito Cultural, (Lei 9.437) de acordo com a área do projeto, para que sejam efetivamente patrocinados pela Companhia.

A CEMAR receberá os projetos já com certificado de mérito seja por e-mail ou por entrega física até o dia 25 de abril. O Projeto deverá seguir o modelo deixado nas Secretarias de Estado da Cultura e Esporte para aprovação com planilhas orçamentária, descritiva e certificado. Depois desse período, os projetos passarão pelo Comitê interno da Companhia para avaliação final.

O edital é aberto para todo Maranhão, não há limite de aprovação de projetos. A participação no processo de seleção é totalmente gratuita.

Em Janeiro, com a abertura do 1º Edital de Seleção Pública, a Companhia recebeu 112 projetos de cunho esportivo e cultural, onde 19 projetos foram selecionados, sendo 10 de cultura e 9 de esporte. O investimento nas iniciativas selecionadas deve mudar a vida de centenas de pessoas em todo o Estado, conforme o quadro abaixo:

Quantidade de Projetos Selecionados na 1ª Fase
Valor Investido (Cultura e Esporte) na 1ª Fase
Quantidade de pessoas beneficiadas na 1ª Fase
19
R$ 6.525.000,00
961 mil pessoas

No total a CEMAR irá investir mais de R$ 14 milhões de reais nos projetos selecionados em 2014.

Em 2013, a CEMAR investiu mais de R$ 10 milhões em projetos incentivados, onde mais de 30 iniciativas só puderam ser realizadas em função desse investimento.

 “A CEMAR mostra mais uma vez de forma transparente seu lado social, para assim garantir desenvolvimento social para todo o Maranhão. Investir em esporte e cultura é proporcionar esta transformação”, afirmou o Gerente de Comunicação e Marketing da Companhia, Carlos Hubert.

Prefeitura promove programação especial no mês da Literatura Infantil


O mês de abril traz consigo duas datas importantes para os leitores, no dia 02 comemora-se o Dia Internacional da Literatura Infantil e no dia 18 o Dia Nacional da Literatura Infantil. Dois escritores de renome serão homenageados em programação organizada pela Biblioteca Municipal José Sarney durante o mês de abril: Monteiro Lobato e Hans Christian Andersen. A abertura será realizada nesta quarta-feira (2) e as atividades seguem até o dia 30 deste mês, nos turnos da manhã e tarde.

A Biblioteca, equipamento cultural mantido pela Prefeitura de São Luís através da Fundação Municipal de Cultura (Func), fica localizada na Rua do Correio, s/n, no Bairro de Fátima. Na programação estão incluídas atividades de contação de histórias, jogos culturais, oficinas de criatividade, mediação de leitura e distribuição de livros infantis. No espaço da Biblioteca Municipal foi organizada uma exposição com mais de 15 livros dos autores homenageados, com clássicos da literatura infantil, como Reinações de Narizinho (1931), O Patinho Feio (1843) e Soldadinho de Chumbo (1838), entre outros.

Segundo Rita Oliveira, coordenadora da Biblioteca, além de homenagear dois importantes autores da literatura infantil no Brasil e no Mundo, a proposta da programação é também possibilitar o acesso aos livros em espaços fora da Biblioteca. “Durante todo o mês de abril vamos ter atividades dentro e fora da Biblioteca. Teremos atividades em algumas escolas públicas municipais, escolas comunitárias, creches e no Hospital da Criança. No dia 15, teremos a presença da Companhia Tapete que fará contações de histórias teatralizadas e encerraremos a programação no dia 30, na Praça do Viva do Bairro de Fátima, com várias atividades para as crianças”, disse.

Seis escolas e duas creches estão agendadas na programação, com visitas diárias. Na Biblioteca, as crianças serão recebidas por atores caracterizados como Emília e o Visconde de Sabugosa (personagens da obra Reinações de Narizinho, escrita por Monteiro Lobato). Todo o espaço foi decorado com personagens para estimular a experiência lúdica e a curiosidade das crianças em saber de quais livros as figuras fazem parte.

A realização de atividades em comemoração à data também está na pauta de ações da Secretaria Municipal de Educação (Semed) que promoveu atividades durante esta quarta-feira (02) em unidades de ensino de Educação Infantil da rede municipal. Cerca de 14 mil crianças participaram de uma programação especialmente planejada para a data.

Na Unidade de Ensino Básico Darcy Ribeiro, 224 estudantes de 3 a 6 anos de idade tiveram a oportunidade de brincar com os personagens da literatura infantil e ainda participar de momentos de contação de história, leituras de contos, apresentações teatrais e de contação de história interpretada em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro, destacou a importância do livro e das atividades lúdicas para o desenvolvimento infantil. “É imprescindível fazer com que nossas crianças sonhem. Trabalhar com o lúdico e o fantástico desperta o aspecto cognitivo das crianças e ainda auxilia no desenvolvimento da criatividade, da imaginação e da produção textual. Essa é a determinação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e é este o papel desta Secretaria”, destacou.

LANÇAMENTO DE LIVRO
No dia 30 de abril, encerramento da programação promovida pela Biblioteca Municipal, haverá uma grande ação na Praça do Viva do Bairro de Fátima, com a participação de palhaços, contação de história com a Companhia Tapete e alunos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Na ocasião, os autores Márcio Henrique de Jesus Almeida e Francimeire Cavalcanti de Sousa farão o relançamento de “O Livro e o Cometa”, obra infanto-juvenil que conta a história de um cometa que viaja todas as galáxias para encontrar o Livro, um “ser tão bem falado em todo o universo pelo seu potencial transformador”.

SOBRE A DATA
O Dia Nacional do Livro Infantil foi criado em homenagem a Monteiro Lobato, nascido no dia 18 de abril de 1882. A literatura infantil surgiu no século XVII no intuito de educar as crianças moralmente. Em homenagem ao escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, foi criado o Dia Internacional do Livro Infantil, comemorado na data de seu nascimento, 02 de abril; em virtude das inúmeras histórias criadas por ele. A data é conhecida e comemorada mundialmente, em mais de sessenta países, como forma de incentivar e despertar nas crianças o gosto pela leitura.

SOBRE OS AUTORES
Monteiro Lobato - José Bento Renato Monteiro Lobato nasceu no ano de 1882 e faleceu em 1948. Nascido em São Paulo, é um dos escritores mais populares do Brasil. Foi o criador da literatura infantil no país e a sua produção, nesse gênero, é uma das mais lidas e populares. Suas obras têm sido traduzidas para quase todas as línguas. Principais obras: Urupês, Cidades Mortas, Zé Brasil, O Presidente Negro, Negrinha, A Menina do Narizinho Arrebitado, Reinações de Narizinho, O Marquês de Rabicó, Jeca Tatuzinho, A Caçada da Onça, O Museu da Emília, O Saci Pererê: O Resultado de Um Inquérito, As Aventuras do Príncipe. O Sítio do Pica-pau Amarelo foi transformado na década de 1970 em uma série infantil de TV, de muito sucesso até hoje.

Hans Christian Andersen – O escritor dinarmaquês nasceu pobre em 1805. Apesar de ter escrito romances adultos, livros de poesia e relatos de viagens, foram os contos infantis que tornaram Hans Christian Andersen famoso. Até então, eram raros livros voltados especificamente para crianças. Dentre as mais conhecidas mundialmente estão “O Patinho Feio”, “O Soldadinho de Chumbo”, “A Pequena Sereia” e “As Roupas Novas do Imperador”. São textos que fazem parte do imaginário da maioria das crianças do mundo desde sua publicação até a atualidade, tendo sido adaptados para o cinema, teatro, televisão e desenho animado. Além disso, o mais importante prêmio internacional do gênero leva seu nome.

Último dia da Semana de Teatro





Após uma semana de intensas atividades com realização de oficinas, apresentação de espetáculos de Rua e de palco, intervenções, performances teatrais e lançamentos de livros a IX Semana do Teatro no Maranhão, promovida pelo governo do estado e realizada pela secretaria de estado da Cultura por meio do Teatro Arthur Azevedo, chega ao último dia de programação com um saldo positivo, na visão dos seus organizadores.

Foram 22 espetáculos teatrais, sendo 12 convidados de outros estados (Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Sergipe, Ceará, Rio Grande do Sul e Goiás, e 10 de grupos maranhenses (9 de São Luis e 1 de Caxias); 10 oficinas ministradas com orientadores convidados de Goiás, Rio de Janeiro, Fortaleza, Rio Grande do Sul, Brasília e do Maranhão.

O evento que já se firmou no calendário cultural do estado é realizado já na nona edição, em comemoração ao Dia Internacional do Teatro, Dia Nacional do Circo e do Artista Circense, celebrado em 27 de março. No Maranhão acontece em duas etapas, uma na capital e a segunda que percorre alguns municípios do estado. Neste ano acontecendo de 01 a 06 de abril em São Luís e de 25 de abril a 04 de maio, nos fins de semanas, em 12 municípios maranhenses de Arari, Axixá, Barra do Corda, Buriticupu, Carolina, Colinas, Caxias, Cantanhede, Icatú, Olinda Nova, Sítio Novo e Açailândia que levará programação para Carolina.
A cada ano a Semana do Teatro homenageia com o Troféu Apolônia Pinto, pessoas que dedicam seu trabalho ou até mesmo suas vidas ao teatro maranhense. Na edição de 2014 foram homenageadas quatro celebridades que ao longo de todas as suas vidas veem se dedicando em contribuir pela difusão do teatro no Maranhão em favor do fazer cultural. Na noite de abertura do evento, na terça-feira (01) subiram ao palco do Teatro Arthur Azevedo para receber os aplausos do público as atrizes irmãs Lúcia Nascimento, Leda Nascimento e Leila Nascimento e o cenotécnico Wilton Gonçalves, do Teatro João do Vale.

Tivemos uma semana completa. O resultado foi alcançado como prevíamos, de sucesso com saldo positivo, opina Roberto Brandão, diretor do TAA e coordenador geral da Semana do Teatro. Pudemos realizar a Semana do Teatro com participação de muita gente, estudantes e professores de cursos de teatro, artistas e profissionais de teatro nas dez oficinas oferecidas e um público que lotou as plateias dos teatros. A procura do público pelo evento tem aumentada a cada ano, a cada edição, arremata Brandão.

Para o encerramento da IX Semana do Teatro no Maranhão dois espetáculos estarão em cartaz na noite deste domingo O Circo Pequenino, com o Grupo Pé de Fulô Teatro e Bonecos, de São Luís, no palco do Teatro João do Vale, às 18h e A Descoberta das Américas, (Solo) com o ator Júlio Adrião (RJ), às 20h no Teatro Arthur Azevedo.


A Vez do Interior
Depois da temporada de São Luís a IX Semana do Teatro no Maranhão segue em Caravana por 12 cidades do interior do estado, levando oficinas e espetáculos, nos dias 25, 26 e 27 de abril em Cantanhede, Olinda Nova, Icatú, Colinas, Arari e Barra do Corda e nos dias 02, 03 e 04 de maio (sextas, sábados e domingos) nos municípios de Sítio Novo, Axixá, Buriticupu e Carolina. Dessa Caravana participam os grupos de teatro maranhenses: Xama Teatro, Cia Do Imaginário, Grupo Abluir, Tapete Criações
Cênicas, Laboratório de Expressões Artísticas - Laborarte, Miramundo, Chegança, Lauande Aires, Grupo Cordão de Teatro e Companhia Primeiro Ato.


Este ano estendemos o número de municípios para 12, no ano de 2013 foram apenas 9 que receberam a caravana do teatro. Isso é muito bom para nós que fazemos teatro e fazemos a Semana do Teatro porque mostra o interesse por parte das prefeituras ew dos artistas em levar para os municípios o fazer teatral, a cultura maranhense, onde o artista e o público podem ter a oportunidade da troca de experiência e o acesso à cultura que em muitas das vezes não chega até lá e o mais importante disso: é cultura mostrada de graça, ressalta Domingos Tourinho, membro da Comissão de Teatro e diretor do Centro de Artes Cênicas do Maranhão.


Espetáculos
O Circo Pequenino com a atriz bonequeira Sandra Cordeiro e o Grupo Pés de Fulô-Núcleo Teatro de Bonecos, é um espetáculo infantil, contação de história. Trás para cena a brincadeira de criança, tendo como objeto de desejo o mundo mágico do circo, a realização de sonhos. Uma história de amor ao circo, ao teatro e ao boneco. Um jogo alegre, divertido. Um espetáculo infantil que contagia todas as idades. Para criar as cenas vai catando daqui e dali os objetos que se transformam em números circenses. São bonecos, mágica, malabares, bolas, pratos, bailarinas. Falta o artista principal do circo. Num jogo de alegria e muita imaginação, ela descobre que é a palhaça que faltava. Hoje tem espetáculo e Fulustreca Esmeraldina Trufaldina dos Anzóois entra em cena. O espetáculo tem 50 minutos de duração com manipulação de bonecos (cabeção) para recepção do público e contra- regra: Lívia Meireles e Huanna Chailla.

O Grupo Pés de Fulô-Núcleo de Teatro e Bonecos nasceu no ano de 2006 para dar continuidade aos trabalhos teatrais iniciados em 1982, criado e coordenado pela atriz Sandra Cordeiro. O grupo já foi contemplado pela Funarte com o Prêmio Myrian Muniz de Teatro pela montagem e circulação do espetáculo “O Circo das Trouxas” e pelo Pro-Cultura com a circulação do projeto “Ser-Tão Palhaças”.


A Descoberta das Américas, desde sua estreia em 2005 no Rio de Janeiro já percorreu 100 cidades no Brasil, 15 no exterior, fez 500 apresentações e teve cerca de 150 mil pessoas de público. O ator Júlio Adrião, dirigido por Alessandra Vannucci, é o responsável pelas longas palmas recebidas do público ao final de cada apresentação, como no Festival MITO, realizado em Oeiras, onde durante 10 minutos foi ovacionado pela plateia. O espetáculo é um texto original de Dario Fo, com tradução e adaptação de Julio Adrião e Alessandra Vannucci que também assina a direção.


Julio Adrião é carioca, ator, produtor e diretor teatral. Formado pela CAL em 1987, trabalhou seis anos na Itália com o Teatro Potlach de Fara Sabina e outras companhias. Quando estreou, em 2005, Júlio Adrião recebeu o Prêmio Shell de Melhor Ator e a peça foi eleita pelo jornal O Globo como uma das dez melhores do ano. De lá para cá, A Descoberta das Américas já esteve em inúmeros países e festivais. Em 2012, representou o Brasil em Londres, no CASA Latin American Theatre Festival, se apresentou no FITO – Festival Internacional de Teatro da cidade de Ourense, na Espanha. Em Portugal esteve na Mostra Luso Brasileira (em Coimbra), no FestivalInternacional de Teatro de Expressão Ibérica (FITEI) e antes disso, brilhou no festival MITO, realizado na cidade de Oeiras.


No espetáculo o ator Júlio Adrião é um Zé ninguém de nome Johan Padan. Rústico, esperto e carismático, escapa da fogueira da inquisição embarcando, em Sevilha, numa das caravelas de Cristóvão Colombo. No Novo Mundo, o herói sobrevive a naufrágios, testemunha massacres, é preso, escravizado e quase devorado pelos canibais. Com o tempo, aprende a língua dos nativos, cativa-os e safa-se fazendo “milagres” com alguma técnica e uma boa dose de sorte. Venerado como filho do sol e da lua, catequiza e guia os nativos numa batalha de libertação contra os espanhóis invasores.



Serviço
Que: O Circo Pequenino (teatro infantil) com o Grupo Pés de Fulô-Núcleo Teatro de Bonecos
Quando: Domingo, às 18h
Onde: Teatro João do Vale
Ingressos: Troca por 1 kg de alimento não perecível a partir das 14h na bilheteria do Teatro


Que: A Descoberta das Américas com o ator Júlio Adrião
Quando: Domingo, às 20h
Onde: Teatro Arthur Azevedo
Ingressos: Troca por 1 kg de alimento não perecível a partir das 14h na bilheteria do Teatro

quarta-feira, 2 de abril de 2014

TAA receberá show do Prêmio da Música Brasileira


A turnê do Prêmio da Música Brasileira chega a São Luís (MA) no dia 20 de maio, terça-feira, em show especial no Teatro Arthur Azevedo. O Prêmio da Música Brasileira, em sua 25ª edição, homenageará não a um artista, mas a um gênero musical: o samba. A Vale é mais uma vez patrocinadora exclusiva da cerimônia de premiação, que ocorrerá dia 14 de maio, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, e, também, da turnê nacional, reafirmando o compromisso da empresa com a cultura brasileira.

Comemorando suas bodas de prata, o Prêmio da Música Brasileira conta com a presença da madrinha do samba, Beth Carvalho. Junto ao idealizador da premiação, José Maurício Machline, a cantora vai elaborar o repertório e o conceito da festa, que terá roteiro assinado por Zélia Duncan.

Homenagem

A cada ano, é escolhido um artista homenageado, que ganha um show especial, focado na sua obra. Em 2014, a homenagem ao Samba contará com números musicais inéditos e encontros entre cantores brasileiros, das várias gerações. A primeira edição foi dedicada ao poetinha Vinicius de Moraes.