quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Prefeitura realiza Roteiro Reggae nesta quarta-feira (18)


Um dos ritmos mais populares da capital maranhense, o reggae volta a ser destaque dentro do programa Reviva, da Prefeitura de São Luís com execução da Secretaria Municipal de Turismo (Setur). O Roteiro Reggae levará o público a percorrer as ruas do Centro Histórico ao som do ritmo jamaicano nesta quarta-feira (18), às 19h, partindo da praça Benedito Leite, Centro.

O Roteiro Reggae abrange locais no Centro Histórico que tenham identificação com o estilo musical que deu à capital o título de "Jamaica Brasileira". Um guia especializado conduz os visitantes aos lugares que foram representativos para a história do reggae, com apresentação de grupo de dança do ritmo.

A concentração começa na praça Benedito Leite e seguirá pela rua da Palma, Beco da Pacotilha, rua do Giz, praça da Faustina, rua da Estrela, rua da Alfândega, beco Catarina Mina, rua Portugal, finalizando a rota na rua Trapiche.

Deezer divulga os 30 artistas brasileiros mais ouvidos no exterior



São Paulo (SP) – A Deezer, streaming de música global, divulga o ranking dos 30 artistas brasileiros mais ouvidos no exterior entre agosto de 2016 e setembro de 2017. Pra quem pensou só em grandes nomes da Música Popular Brasileira, a lista surpreende com artistas pops atuais como o DJ brasileiro de 26 anos, Alok (foto acima), que lidera o ranking com músicas como “Never Let Me Go”, “Hear Me Now” e “Fuego”, sendo as mais reproduzidas na plataforma.

Os clássicos da nossa música também não ficam de fora, com Astrud Gilberto, ex-mulher de João Gilberto e eternizada por sua interpretação de “Garota de Ipanema”, ocupando o segundo lugar. Já no terceiro lugar do pódio está o Rei Roberto Carlos, o cantor da Jovem Guarda continua embalando com seus hits românticos, sendo a música “Detalhes” a mais tocada na Deezer.

Outro destaque entre as músicas mais tocadas no exterior está o funk brasileiro, gênero que não para de crescer na plataforma digital no Brasil. No quarto lugar, está o MC Kevinho, dono do hit “Olha a Explosão”, que não saiu da boca da galera durante o Carnaval deste ano. Além dele, também está no ranking MC Fioti, em 17º, conhecido pelo sucesso “Joga o Bum Bum Tamtam” e MC G15, dono da música “Deu Onda”, que estourou na virada do ano, em 25º.

Os fenômenos dos sertanejos, gênero mais executado no Brasil, também estão presentes no ranking. Dentre os artistas, estão Wesley Safadão, Luan Santana, Gusttavo Lima, Michel Teló, Jorge & Matheus e as representantes femininas Marília Mendonça e a dupla Maiara & Maraísa, entre outros.

Considerado uma das bandas brasileiras mais importantes do mundo, o Sepultura é o único representante do gênero rock da lista. O grupo ficou conhecido mundialmente na década de 90, com músicas como “Roots Bloody Roots” e “Territory”.

Confira a lista com os 30 artistas mais tocados no exterior na Deezer
1. Alok
2. Astrud Gilberto
3. Roberto Carlos
4. Mc Kevinho
5. Antônio Carlos Jobim
6. Eliane Elias
7. Sepultura
8. Anitta
9. Seu Jorge
10. Sérgio Mendes & Brasil ´66
11. Caetano Veloso
12. Gusttavo Lima
13. Luan Santana
14. Michel Teló
15. Sérgio Mendes
16. Natiruts
17. MC Fioti
18. Gilberto Gil
19. Henrique & Juliano
20. João Gilberto
21. Jorge Ben
22. Jorge & Mateus
23. Wesley Safadão
24. Marília Mendonça
25. MC G15
26. Bebel Gilberto
27. Vanessa Da Mata & Ben Harper
28. Maiara & Maraisa
29. Zezé Di Camargo & Luciano
30. Alexandre Pires

Fonte: Assessoria Deezer

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Vento Menino começa a ser exibido



Um grande amor entre pai e filho, adornado pela imensidão do mar e a melodia do vento: esse é o contexto no qual o filme Vento Menino navega, poeticamente, para narrar a história de Piaba, um garoto de tamanha sensibilidade que consegue “ler” o vento.

A obra tem o som como elemento narrativo (conceito de paisagem sonora de Murray Schaffer) e convida o público à percepção das diversas sonoridades que nos cercam cotidianamente. É um mergulho no indizível – universo paralelo da sensibilidade de escutar e sentir.

Baseado em uma história real, ocorrida no interior do Maranhão, na cidade de Primeira Cruz, o filme é um curta metragem de ficção, cujo projeto foi selecionado no II Edital de Audiovisual do Estado do Maranhão (em agosto/2016). Dos projetos selecionados nesse edital, Vento Menino foi o primeiro filme a ser produzido - as gravações foram realizadas em janeiro deste ano. Também é o primeiro filme a ser lançado.

Para Nina Aragão, diretora de produção do filme, o fazer cinematográfico desperta sentimentos por onde passa. “Diferente de gravar em um estúdio, rodar um filme em uma comunidade desperta envolvimento e interação da equipe e elenco com os moradores locais. No caso de Vento Menino, eles também fizeram parte dessa construção cinematográfica, pois houve envolvimento de várias pessoas, tais como o produtor local do filme, os figurantes, os barqueiros, as cozinheiras, o motorista, etc. Então, há uma expectativa dessas pessoas em ver o filme na tela. É um sentimento de pertencimento, já que de alguma forma contribuíram para esse resultado. E podermos proporcionar-lhes isso (exibição em primeira mão filme) nos deixa muito felizes”, ressalta.

 Em São Luís, o lançamento está previsto para dia 9 de novembro, em uma sessão reservada à convidados e à imprensa, no Shopping Passeio. Após, em data e local a definir, também haverá exibição ao público ludovicense, além de uma sessão especial na Escola de Cegos do Maranhão, uma das parcerias do projeto Vento Menino, que contribuiu na seleção e preparação da criança que atuou no filme como o personagem Piaba.

Vento Menino também desembarcará (será lançado) em Salvador/BA, cidade onde residem os autores da trilha musical do filme: Joaquim Carvalho compositor/cantor baiano e a paraibana Flávia Wenceslau, compositora/cantora da música tema do filme. Também participará dos festivais de cinema para os quais for selecionado.

Importante ressaltar que, além dos recursos do II Edital de Audiovisual do Estado do Maranhão, que dispôs os recursos financeiros para realização da obra, as parcerias também tiveram um papel fundamental para a realização do filme, pontua Bianka Marques, produtora executiva. Em São Luís o projeto contou com o apoio cultural do Instituto Formação, da Escola de Cegos do Maranhão, do Boi de Maracanã, do Shopping Passeio, Estaleiro Escola, MAVAM, entre outros. Em Alcântara teve o apoio da Prefeitura Municipal de Alcântara, da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer e Associação Empresarial e Turística de Alcântara.

O filme tem roteiro/direção de Edemar Miqueta, cineasta paranaense radicado em São Luís desde 2013; direção de produção de Nina Aragão (jornalista, produtora audiovisual e diretora adjunta de comunicação do Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros); e produção executiva de Bianka Marques – Produtora, professora e atriz.

FICHA TÉCNICA:
Direção e Roteiro: Edemar Miqueta
Produção Executiva: Bianka Marques
Direção de Produção: Nina Aragão
Direção de Fotografia: Evandro Martin
Direção de Arte: Marlene Barros
Direção de Fotografia Evandro Martin
Direção de Som/Som Direto: André Lucap
Preparação de Elenco Roberto Froes Foley/Mixagem/Masterização: Eduardo Patrício
Trilha sonora: Flávia Wenceslau e Joaquim Carvalho
Produtor local (Alcântara): Nailton Lobato
Claquetista: Jeyci Elisabeth Santos
Making Off/Still: Benedito Soares
Assistente de Fotografia: Pablo Ferreira Muniz
Assistente de Som: Luiz Gabriel Lula
Assistente de Maquiagem: Dandara Kran
Assistente de Produção: Cláudia Marreiros

ELENCO:
Brandon Alex (Piaba)
Aziz Júnior (Camilo)
José Ignácio (Ribamar)
Lilian Cutrim (Cidinha)
Lúcia Gato (Juraci)

Rosa Ewerton Jara (Rosa)

Espetáculo de vozes no 37º Festival Maranhense de Coros 2017


A solenidade de abertura do 37º Festival Maranhense de Coros (Femaco), um espetáculo de vozes que reunirá 39 grupos de cantos corais infantis, infanto-juvenis e adultos dos Estados do Piauí, Rio Grande do Norte, Ceará e Maranhão, acontecerá nesta terça-feira (17), às 19h, no Convento das Mercês, na rua da Palma, no Bairro do Desterro, Centro histórico da cidade de São Luís (MA). Aberta ao público, a programação acontecerá até domingo (22), às 19h, no Convento das Mercês e às 17h, na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, na Rua do Egito, e na Igreja de São João Batista, na rua 13 de Maio, ambas no Centro.

O 37º Festival Maranhense de Coros (Femaco) é uma realização da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (Dac) da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Empreendedorismo (Proexce). O festival tem apoio institucional do Governo do Maranhão, Associação dos Amigos da Ufma (Aaufma), Centro Elétrico, TV Ufma, Universidade Fm, Gráfica Universitária e Maggiorasca. A programação completa e informações sobre os grupos participantes estão disponíveis no site: www.cultura.ufma.br

A coordenadora do Femaco e diretora do Dac, Fernanda Santos Pinheiro, destaca que a programação do evento será formada por oficinas de regência e canto, belas interpretações e repertórios de excelência. “Teremos um grande Festival. Em nome da Magnífica Reitora da Ufma, Professora Doutora Nair Portela, convidamos a população em geral para prestigiar a solenidade de abertura e toda a luxuosa programação do Femaco”, disse a diretora.

Nesta terça-feira, durante a programação da solenidade de abertura haverá homenagens e pessoas e instituições que contribuíram para o desenvolvimento do Femaco e do canto coral no Brasil, seguido de um concerto de abertura, onde os corais farão uma homenagem aos compositores José Maurício Nunes Garcia (1767-1830), que neste ano completaria 250 anos de nascimento e Heitor Villa-Lobos (1887-1959), que faria 130 Anos de nascimento.

A programação do Femaco continuará na quarta-feira (18), às 19h, no Convento das Mercês, com apresentação dos corais infantis e infanto-juvenis da capital: Coral Uirapuru, do Colégio Eureca; Coral Semente do Amanhã, do Instituto Profissional Stenio de Avelar, Coral do NAAH/S-MA - Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação “Joãosinho Trinta” do Maranhão; Coral Infantil Amor e Vida; Coral Rosa de Saron; Coral Viva Vida, da Escola Viva Vida; Coral Menino Jesus de Praga e Coral SESC Musicar. Participe e avise a sua família!

Programação

Dia 17 de outubro 
Convento das Mercês - Rua da Palma (Centro), 19h

Solenidade de abertura
Homenagens
Concerto de abertura: Homenagem aos compositores José Maurício Nunes Garcia (1767-1830) - 250 anos de nascimento; e Heitor Villa-Lobos (1887-1959) - 130 Anos de Nascimento.


Dia 18 de outubro 
Convento das Mercês - 19h

Corais infantis e infanto juvenis:
Coral Uirapuru – Colégio Eureca – São Luís-MA
Coral Semente do Amanhã – Instituto Profissional Stenio de Avelar – São Luís – MA
Coral do NAAH/S-MA - Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação “Joãosinho Trinta” do Maranhão – São Luís – MA
Coral Infantil Amor e Vida – São Luís - MA
Coral Rosa de Saron – São Luís - MA
Coral Viva Vida – Escola Viva Vida – São Luís - MA
Coral Menino Jesus de Praga – São Luís - MA
Coral SESC Musicar – São Luís – MA

Dia 19 de outubro 
Convento das Mercês – 19h

Corais infantis e infanto juvenis:
Coral Raios de Sol do Programa Sol Nascente- Gedema – Grupos de Esposas dos Deputados do Estado do Maranhão –Assembleia Legislativa do Maranhão –São Luís-MA
Coral Brincanto – Creche Escola Soneca – São Luís - MA
Coral Infantil Canto do Uirapuru - Coletivo de Mulheres Negras nas Artes Lélia Gonzalez – São Luís - MA
Coral Paz e Bem –São Luís - MA
Coral do Núcleo de Arte e Educação do Teatro Arthur Azevedo – São Luís - MA
Coral Infantil Primícias – São Luís - MA
Coral Universidade Infantil Rivanda Berenice – São Luís – MA

Dia 20 de outubro 
DAC/PROEXCE/UFMA (sede provisória) – Rua Humberto de Campos, 174 (Centro)

9h às 10h15 - Oficina: Vocal – Profª Andréa Daltro
10h às 12h - Ofi cina: Regência – Prof. Dr. Ricardo Bordini – Departamento de Artes/UFMA.
Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos – Rua do Egito (Centro) - 17h

Corais:
Coro Terapêutico da Fundação Antonio Dino – São Luís-MA
Madrigal São Luís – São Luís-MA
Madrigal Som das Águas – São Luís-MA
Coral Jovem da Igreja Adventista de São Luis – São Luís-MA
Igreja de São João Batista Rua 13 de Maio, esquina com Rua da Paz (Centro) – 18h

Corais:
Coral Canto de Luz da UNITI/UFMA – São Luís-MA
Madrigal Santa Cecília – São Luís – MA
Coral Shalom – São Luís-MA
Coral Francisco Jara – São Luís-MA
Coral Harmonia – Fortaleza-CE
Convento das Mercês - 19h

Coral Universidade Federal do Maranhão
Coral SESC Vozes de Sabedoria - São Luís – MA
Coral Aliança – São Luís - MA
Coral Shalom – São Luís-MA
Coral Maranatha - São Luís – MA
Coro Terapêutico da Fundação Antonio Dino – São Luís-MA

Dia 21 de outubro 
DAC/PROEXCE/UFMA (sede provisória) – Rua Humberto de Campos, 174 (Centro)

9h às 10h15m - Oficina: Vocal – Profª Andréa Daltro
10h às 12h - Oficina: Regência – Prof. Dr. Ricardo Bordini – Departamento de Artes/UFMA.
Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos – Rua do Egito (Centro) – 17h

Corais:
Coral Plenitude – São Luís-MA
Coral São João - MA
Coral Arte Canto – MA
Coral Vozes do MP (Ministério Público) da PGJ (Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão – São Luís – MA
Coral Municipal João Menezes – Pedreiras-MA
Igreja de São João Batista Rua 13 de Maio, esquina com Rua da Paz (Centro) – 17h

Corais:
Coral SESC Vozes de Sabedoria - São Luís - MA
Coral Maranatha - São Luís – MA
Liberty Music Coral - São Luís – MA
Coral Aliança – São Luís – MA
Coro da Orquestra Jovem do Maranhão João do Vale – São Luís--MA
Coral da UFPI –Universidade Federal do Piauí – Teresina – PI
Convento das Mercês – 19h

Corais:
Coral Francisco Jara – São Luís-MA
Madrigal Santa Cecília – São Luís - MA
Madrigal Som das Águas – São Luís-MA
Madrigal São Luís – São Luís-MA
Coro da Orquestra Jovem do Maranhão João do Vale – São Luís--MA
Coral Plenitude – São Luís-MA
Coral Vozes do MP (Ministério Público) da PGJ (Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão – São Luís - MA
Coral Harmonia – Fortaleza-CE.


Dia 22 de outubro 
Convento das Mercês – 19h

Corais:
Coral Canto de Luz da UNITI/UFMA – São Luís-MA
Coral Municipal João Menezes – Pedreiras-MA
Coral Arte-Canto – São Luís – MA
Coral Jovem da Igreja Adventista de São Luis – São Luís-MA
Liberty Music Coral - São Luís – MA
Coral da UFPI –Universidade Federal do Piauí – Teresina – PI
Coral São João – São Luís – MA.


Serviço
O quê? 37º Festival Maranhense de Coros (Femaco)
Quando? Terça-feira (17) a domingo (22)
Onde? Convento das Mercês (Bairro do Desterro), Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (Rua do Egito) e Igreja de São João Batista, na rua 13 de Maio (Centro)

“Manuel Bernardino: o Lenin da Matta” tem nova exibição em São Luís



O filme “Manuel Bernardino: o Lenin da Matta”, da cineasta Rose Panet, terá nova exibição em São Luís. Será nesta segunda-feira (16), às 19h, com entrada gratuita, no Auditório da Faculdade de Arquitetura da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA, Rua da Estrela, 475, Praia Grande), instituição em que ela é professora.

“Estamos bastante contentes em poder realizar esta sessão no mês do centenário da Revolução Russa. Manuel Bernardino, o protagonista, é um personagem que acaba fazendo, a partir do Maranhão, uma ponte com este importante acontecimento histórico”, comenta Rose Panet.

O filme foi selecionado em edital público do Programa de Desenvolvimento do Audiovisual Brasileiro (Prodav), do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) da Agência Nacional de Cinema (Ancine), vinculada ao Ministério da Cultura (MinC). O telefilme de 52 minutos foi o único nordestino e o único dirigido por uma mulher selecionado em sua categoria entre as mais de 700 obras audiovisuais inscritas no certame. “Manuel Bernardino: o Lenin da Matta” está sendo exibido desde julho pela TV Universitária de Pernambuco e deve estrear na TV UFMA ainda em 2017, além de em outras emissoras públicas de televisão.

Produzido pela Lume Filmes, o documentário conta a trajetória de Manuel Bernardino, líder camponês, socialista, espírita e vegetariano, que no início do século passado arregimentou cerca de 200 homens quando da passagem da Coluna Prestes pelo Maranhão, talvez o maior contingente de sua história. O filme é narrado por Zeca Baleiro, com direção de fotografia de Murilo Santos e trilha sonora original de Joaquim Santos. Rose Panet assina argumento, direção e roteiro — construído a partir do depoimento de Manuel Bernardino em uma delegacia de polícia em São Luís em 1921.
A sessão gratuita e aberta ao público de “Manuel Bernardino: o Lenin da Matta” na Faculdade de Arquitetura da UEMA tem apoio cultural da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo do Maranhão (Sectur).

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Vinaa lança Bordel de Amianto


Hoje, logo mais, às 20 horas, a Fanzine, localizada na Avenida Beira Mar se transformará num verdadeiro “Bordel de Amianto” para o lançamento do CD do cantor maranhense VINAA, que promete um show com muita energia, e originalidade autoral para celebrar a diversidade por meio da música que liberta e afasta de padrões dos gêneros. A noite contará com a presença dos cantores nacionais Caio Prado, LaBaq e Silvino, além de um time de artistas maranhenses que fazem participação no disco.

Maranhense, 27 anos, VINAA teve a música, ainda na infância, como instrumento que o livrou da timidez e que na juventude proporcionou sua desconstrução do gênero e dos comportamentos sociais pré-definidos. Foi a música que permitiu a ele redescobrir-se como homem.

VINAA desde o início de sua carreira profissional mostrou coragem, ousadia, força e vigor à frente de uma banda baile em São Luís, onde conheceu produtores e também a classe artística. Força essa que é traduzida nas suas composições de Bordel de Amianto e nos shows que faz na noite da capital maranhense.

Foi exatamente nesse período da banda que conquistou as primeiras impressões de quem não conhecia seu outro lado. Três anos depois, cativou ainda mais o público à frente do seu projeto 'TRANSE', festa que apresenta repertório direcionado para a diversidade e a liberdade de expressão, sexual e política, e, que é promovida em conjunto com a Satchmo Produções (produtora de shows que acompanha o músico desde então).

O uso da saia nos palcos, a forte maquiagem e elementos cenográficos em suas apresentações, além de uma voz estonteante e suave ao mesmo tempo, caracterizam a mensagem política dos shows do VINAA que tem pretensões de viajar o Brasil com seu álbum de estreia.

VINAA tem na sua sonoridade influências do tropicalismo de Caetano Veloso, da força de Ney Matogrosso, do romantismo de Cazuza e do jazz-pop da Blood, Sweat and Tears. Fã de Liniker, Johnny Hooker e As Bahias e a Cozinha Mineira, VINAA também usa a música para abrir o leque de expressão e gênero.

Para ele, a visibilidade que vem recebendo atualmente é algo de extrema importância. “Com a internet, é possível estabelecer conexões com pessoas que não estavam necessariamente próximas do nosso discurso e também com pessoas que assim como a gente teve alguma dificuldade de ser o que é. Com a música, a gente consegue se fortalecer e apresentar a nossa arte que não tem um público especifico ou uma bandeira só, falamos do amor, da necessidade de ser quem somos, de respeito e de criamos um espaço para defender o que consideramos importante”, diz VINAA.

O disco
O disco "Bordel de Amianto" tem produção de Sandoval Filho (integrante da Soulvenir - banda vencedora do Concurso EDP Live Bands 2016) e direção artística do aclamado Cury Heluy (compositor de 'O Que Me Importa', 'Aparências', entre outros sucessos nacionais, e, produtor de grandes promessas da MPB no final da década de 1960, no Rio de Janeiro).

A capa do CD foi uma concepção alinhada entre VINAA e o ilustrador Rodrigo Falco (SP) que captou com muita sensibilidade a essência do artista maranhense.

“O nome do disco parte da concepção de que todos somos repletos de desejos e muitas vezes deixamos de realizar essas vontades por motivos dos mais diversos, desde impeditivos sociais até as cicatrizes de relacionamentos fracassados. A nossa intenção é fazer do show um grande bordel”, destaca VINAA.

“A música e todo o meu trabalho não possuem estilos direcionados a ninguém. Mesmo levantando bandeiras importantes, ainda assim é um trabalho que não tem determinação geográfica, nem orientação sexual, posição política nem religiosa, também não é direcionado a minorias e nem a segmentos. É um disco de alerta feito para o Brasil cantar junto”, enfatiza o artista.


A grande sacada do disco é a saga daqueles que vão em busca da satisfação dos desejos, seja ela real ou virtual, e a descoberta que, na verdade, o bordel habita dentro de cada um de nós.

“A maioria das canções do disco já estavam prontas quando resolvi gravá-lo. Todas as composições são frutos de minha inquietação de anos em não poder ser quem eu realmente gostaria de ser. Todas as vezes que eu vivia alguma situação angustiante, pegava o violão e fazia minhas confissões”, destaca o cantor que está debruçado nos últimos meses na produção deste show que promete ser um marco no cenário musical maranhense.

“O VINAA é o personagem principal dessa história. Ele é ambicioso e vai perseguir essa estrada em busca de ser um artista cada vez mais completo. Ele tem mensagens importantes para passar. A música também tem esse papel de expor os problemas e apresentar soluções. Ele trabalha de forma séria e traz um disco que é dele e que apresenta esse alerta, esse tom de reclamação. É um artista sincero quando canta e chega com a sua arte e a sua sensibilidade as outras pessoas. É um cara que eu já admirava e fiquei emocionado com o convite dele. Gosto de ver a vontade dele!”, destacou o diretor artístico Cury Heluy.

O 2º lote de ingressos para o show de lançamento do CD "Bordel de Amianto" já está à venda nas lojas Fatto a Mano, no Shopping da Ilha, e Livraria Leitura, no São Luís Shopping.

Serviço
O quê? Show de lançamento CD Bordel de Amianto de  VINAA
Quando? Hoje, às 20h
Onde? Fanzine Rock Bar - Centro
Quanto?Os ingressos neste lote custam R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). O show é assinado pela Satchmo Produções, Galpão de Ideias Marketing e Moda do João

Artistas Convidados: Caio Prado (RJ), LaBaq (SP), Silvino (SP), Enme Paixão, Milla Camões, Ana Flávia, Valéria Montenegro, Junior Santiago, Márcio Glam, Sfanio, Luciano Garcia, Dj Pedro Sobrinho, Banda Roqueville, Dante Assunção e David Rebolativo.


segunda-feira, 9 de outubro de 2017

1º ENCONTRO DE ONCEIROS DO MARANHÃO


Cortejo da Casa do Maranhão para a Praça Nauro Machado com participação dos matraqueiros, pandeireiros e cantadores de grupos de Bumba Boi.


Acontece dia 13 de outubro o I Encontro de Tambores Onça da ilha envolvendo os vários sotaques de bumba boi que utilizam este instrumento.
O Encontro é uma desejo antigo dos tocadores de tambor onça dos grupos com o objetivo de evidenciar este pequeno instrumento que soma no meio da trupiada com seu som marcante do urro do boi. Com o objetivo de evidenciar, valorizar e fortalecer o movimento dos onceiros de São Luís foi pensado o Encontro que acontece nesta sexta.
 O evento começa com uma oficina as 14 h com o percussionista e onceiro Leandro Maramaldo e as 17h segue em Cortejo pelas ruas da Praia Grande até a praça Nauro Machado onde acontece a cantoria com cantadores de vários sotaques. Com a presença de Jailson cantador da Pindoba, Ribinha do Maracanã, Marquinhos da Maioba, Berg da Pindoba, Cecel da Madre Deus, Sorozinho boi Estrela Maior, Marcos Salazar do Boi da Mata e vários convidados.