terça-feira, 12 de setembro de 2017

Faltam 3 dias para o Rock in Rio 2017

Ivete fará abertura do Palco Mundo

O maior festival de rock/pop do Brasil começa nesta sexta-feira, 15, com um line-up que promete shows inesquecíveis para os sete dias de evento, a exemplo de Lady Gaga, Maroon 5, Justin Timberlake, Aerosmith, Bon Jovi, Guns N’ Roses, The Who e Red Hot Chili Peppers, além das  outras grandes atrações nacionais e internacionais que passarão pelos palcos Mundo e Sunset.

A programação ocorrerá durante dois finais de semana, no Rio de Janeiro, de 15 a 17 de setembro e de 21 a 24 de setembro de 2017. Nesta edição, os shows acontecerão em 5 palcos: Mundo, Sunset, Eletrônica, Rock Street e Rock District.

No Palco Mundo, as apresentações acontecem das 19h à 0h15, todos os dias. A abertura será com Ivete Sangalo às 19h, seguida de Pet Shop Boys (21h),  5 Seconds of Summer (22h30) e encerrando com Lady Gaga às 00h15. No Sunset, o público começa a ser animado a partir das 15h05. Já no Rock Street e no Rock District o som começa a partir das 15h. E na Eletrônica, as picapes são agitadas a partir das 22h e seguem até as 4h.



Programação Rock in Rio 2017 - dia 15/09

 Palco Mundo
19h -Ivete Sangalo
21h – Pet Shop Boys
22h30 – 5 Seconds of Summer
0h15 – Lady Gaga
É a primeira vez que ela vem ao Rock in Rio, e esta será sua única apresentação no Brasil em 2017. Lady Gaga será a primeira headliner do Rock in Rio 2017, no dia 15 de setembro.








Palco Sunset
15h05 – SG lewis
16h30 – Céu convida Boogarins
18h – Fernanda Abreu convida Focus Cia. de Dança & Dream Team do Passinho
20h – Salve o Samba!

Palco Eletrônico
– The Black Madonna
– Selvagem
– Gop Tun Djs (Caio T e Nascii)
– Groove Delight
– Fatnotronic

Rock Street
– Les Tambours de Brazza
– Freddy Massamba
– Tyous Gnaoua

Rock District
– George Israel
– Rock Street Band

Novo clipe de Wesley Safadão bate 3 milhões de views em 24h



O  videoclipe da música "Sonhei que 'tava' me casando", de Wesley Safadão, atingiu a impressionante marca de 1 milhão de visualizações em apenas 6h do seu lançamento no Youtube.

A trama tem como enredo o bom humor e traz o personagem de um homem que sonha com o dia do seu casamento. Ao despertar o ator acorda aliviado por aquilo não ser real e chega à conclusão que a vida de casado é boa, mas só perde para de solteiro. Dirigido por Mess Santos, o elenco traz Rafael Cortez, Larissa Dias, Lore Improta e Tirullipa.

 “Foi muito prazeroso gravar este clipe e o resultado ficou lindo. Estou imensamente feliz, agradecido a DEUS e aos meus fãs, por ter tido essa resposta tão imediata.”, declara Wesley.

Disponível no seu canal do YouTube.  Link https://youtu.be/5FHkTfpU678

LETRA: “Sonhei que tava me casando”
(Gabriel do Cavaco, Shyton Fernandes, Montenegro, Henrique Castro e Elvis Elan)

Hoje é o dia que vai mudar a minha vida
Tô no altar e já vai começar
Violino tocando, a noiva do lado
Coração acelerado, aliança chegou
Igreja lotada, o padre perguntou
Tem alguém contra essa união aqui presente?
Fale agora ou cale-se pra sempre
Eu olhei pra trás
Meus amigos chorando
Meus amores antigos com pena me olhando
Ainda bem
Caí da cama com o celular tocando
Sonhei que tava me casando
E acordei no desespero
Vida de casado é boa
Só perde pra de solteiro

I Feira de Alternativas Sustentáveis do Maranhão



Novas Fronteiras com Baile Black da Rádio Zion


O Baile Black da Rádio Zion terá sua terceira edição, este ano, no Espaço Cultural Novas Fronteiras, localizado no Vinhais. Será nesta sexta-feira, 15, às 21h, e terá na discotecagem, exclusivamente analógica, 100% vinil, os DJs Joaquim Zion, Vanessa Serra e Marcos Vinícius.

O Baile Black da Rádio Zion traz à tona o universo da Música Negra, em suas diversas vertentes. Super dançante, o som é uma mistura danada que não deixa ninguém ficar parado. Além do mais, é marcado de memórias afetivas, conquistando um público apreciador, cativo, somado ao ambiente alternativo e acolhedor onde é realizado; a afinação dos DJs também é um diferencial, Joaquim Zion e Marcos Vinícius, são dois grandes Mestres, pioneiros na discotecagem do vinil no Maranhão, e com o toque feminino de Vanessa, o inusitado é um tempero a mais na receita dessa festa, que, acima de tudo, é referência como um importante instrumento de afirmação da Identidade Afro-brasileira.

Reggae, gafieira, samba-rock, discoteca, pop-rock 80, ‘groove’ dos anos 90, rap, hip-hop, soul, jazz, funk, afrobeat...Muitos sucessos de Donna Summer, Frenéticas, Lady Zu, Gilberto Gil, Tim Maia, Sandra (de) Sá, Dona Ivone Lara, Banda Brylho, Bebeto, Jorge Ben Jor, Skowa, Ed Motta, Prince, Wilson Simonal, Dicy Rocha, Betto Pereira, Bob Marley, Jacob Miller, Lauryn Hill... até Frejat, Gretchen e Luiz Gonzaga entram no Baile, por que não? Experimente, e beba dessa fonte, sem moderação. 

Saiba mais 
Rádio Zion é título do projeto de discotecagem do vinil realizado pelo colecionador e produtor cultural, Joaquim Zion.
O Radiola Reggae é referência nos programas de reggae da ilha, comandado pelo jornalista e radialista Marcos Vinícius há 16 anos. Ambos são pesquisadores de música e colecionadores de vinis.
A Rádio Zion tem o slogan “Som pra dançar e pensar”, com a proposta de difusão dos ritmos clássicos para o público ouvir, pensar, relaxar e dançar. No repertório, raridades de uma coleção iniciada em 1979 com muitos estilos que vão de Roots reggae, Samba rock, Original funk, Dub, Afro beat, MPB entre outros gêneros musicais afins compõem a atmosfera da festa.  Colecionador de vinil, desde os 16 anos, Joaquim Zion deu início ao projeto de discotecagem nos anos 90, quando era empresário da Banda Mystical Roots. O projeto Rádio Zion deu seus primeiros passos durante os Shows da banda apresentando obras-primas do reggae de raiz. São vinte anos de discotecagem da Rádio Zion, com destaque para as produções do “Baile Black da Rádio Zion” e a “Sexta do Vinil”, compartilhando informações musicais de verdadeiras obras-primas e raridades de um acervo de mais de cinco mil discos de vinil.
Marcos Vinícius é DJ, jornalista e radialista. Além do Radiola Reggae (Rádio Difusora FM), ele comanda os programas Universidade do Reggae, Super Tarde 106 e o Samba pede passagem, na Rádio Universidade FM. É um dos profissionais da comunicação mais ecléticos no Maranhão. Representa o original reggae roots em todo o Estado e também no Brasil, já tocou em Belém (PA), Fortaleza (CE) e Rio de Janeiro (RJ).
Vanessa Serra é jornalista e Vinyl DJ. Tem estilo livre, passeando por todos os movimentos e vertentes musicais, nacionais e internacionais, do popular ao clássico. Colecionadora de discos de vinis desde sua adolescência. Começou a discotecar profissionalmente há seis meses, tendo como padrinho artístico o produtor cultural, DJ e colecionador de discos Joaquim Zion, na ocasião do lançamento do LP/CD Rosa Semba, de Dicy Rocha. Realiza a “Quarta do Vinil”, onde teve residência no antigo Restaurante Manu – Brisamar Hotel. Participou de vários shows e iniciativas locais como “Viva Belchior”, “Um show para Papete”, “Refavela – 40 anos”; além de edições no Buriteco Bar, Casa das Dunas e dois tradicionais “Baile Black” no Bar Novas Fronteiras; projetos como o “Festival Elas” e foi DJ oficial da 9ª edição do Lençóis Jazz & Blues Festival em Barreirinhas (MA). 
 
Serviço
O quê? BAILE BLACK DA RÁDIO ZION
Quando? SEXTA-FEIRA, 15, 21h
Onde? ESPAÇO NOVAS FRONTEIRAS – VINHAIS
Quanto? R$ 15,00
Informações: 98 98849 9016

‘Múltiplas Linguagens’, de Fábio Vidotti, será aberta nesta quinta, na UFMA


A Universidade Federal do Maranhão (Ufma) movimentará o mercado local de artes plásticas com a realização da aguardada exposição ‘Múltiplas Linguagens’, do artista visual Fábio Vidotti. A coletânea reunirá uma amostra da produção artística do autor. A abertura será nesta quinta-feira (14), às 19h, na Galeria Antônio Almeida, sede provisória do Departamento de Assuntos Culturais (Dac/Proexce), na rua Humberto de Campos, 174. Centro, em São Luís (MA). A exposição ficará aberta ao público até o dia 06 de outubro/17.

A visitação poderá ser feita de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Em ‘Múltiplas Linguagens’, Vidotti apresentará mais de 40 obras de artes. Será uma criativa e diversificada mistura de abstração, cenas urbanas, esculturas e painéis na técnica assemblagem, entre cantos de moldura e reaproveitamento de placas de computador, onde o artista constrói o imaginário de grandes cidades que vai além da ficção da mente humana. As obras do artista estarão disponíveis para negociação. Por meio de uma reserva firmando compromisso na entrega no final da exposição.

Com realização do Dac/Proexce, a mostra terá ainda cinco esculturas em aço, sendo cinco peças da linguagem ‘Guerreiros’, e uma obra inédita intitulada ‘Themis, a Deusa da Justiça’, com 150 cm de altura e 30 quilos de puro aço. A diretora do Dac e coordenadora da exposição, Fernanda Santos Pinheiro, destaca que Vidotti é “um artista visual com ampla experiência em várias vertentes das artes plásticas”. A mostra tem apoio da TV Ufma, Universidade Fm, Fundação Sousândrade e Gráfica Universitária”.

Nascido na cidade de Belo Horizonte (MG), Vidotti escolheu o Maranhão para viver e aqui, graças a sua versatilidade e competência, se firmou como um dos mais expressivos artistas das últimas décadas. “Sou apaixonado pelo que faço. Sou um irrequieto nato. Utilizo várias técnicas para compor as nossas obras de artes”, define o artista, que já realizou 50 individuais, 15 coletivas e conquistou oito premiações em mais de 40 anos de sua produção.  

Mostra Sesc de Cinema: Inscrições de curtas e longas-metragens até o dia 1º de outubro


Estão abertas até o dia 01 de outubro inscrições para a Mostra Sesc de Cinema 2017/18. Podem ser inscritos curtas-metragens (de até 30 minutos, com créditos) e longas (superior a 70 minutos). Realizado em duas etapas: estadual e nacional, na última edição o Maranhão classificou doze curtas-metragens na primeira fase e desse total, um foi selecionado para a final: o curta Carnavalha, de Áurea Maranhão e Ramusyo Brasil.

O Sesc realiza as mostras estaduais de março a junho de 2018 e no segundo semestre a mostra nacional de cinema. Os curtas selecionados para a etapa nacional receberão R$ 13 mil a título de direitos autorais e os longas R$ 26 mil.

Só poderão ser inscritas as obras que não tenham sido apresentadas em salas de exibição, canais de televisão aberta ou por assinatura e serviços comerciais de vídeo on demand. A data de finalização também é um dos pré-requisitos, sendo que na categoria Curta as obras devem ter sido concluídas a partir de 1° de janeiro de 2015 e no Longa a partir de 1° de janeiro de 2013. As inscrições devem ser realizadas por meio do site do Sesc Nacional, no endereço www.sesc.com.br/portal/site/mostradecinema.

A Mostra Sesc de Cinema 2017/18 tem como propósito contribuir para a difusão e fortalecimento da produção artística audiovisual nacional, promovendo discussão e intercâmbio entre realizadores, público, estudantes e críticos, por meio da realização de mostras estaduais e nacional, compreendendo as produções audiovisuais oriundas dos estados de cada uma das cinco regiões do país.