sábado, 17 de junho de 2017

São João continua animando o arraial da Praça Maria Aragão




O arraial da Praça Maria Aragão faz parte da programação do São João de Todos, parceria entre a Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado e será palco para a diversidade de atrações artísticas e grupos folclóricos tradicionais. A festa inicia sempre as 19h e segue até o dia 02 de julho.
No fim de semana o arraial receberá, além das brincadeiras tradicionais, grandes artistas do cenário musical brasileiro. No sábado (17), sobem no tablado Boi Barrica, Boi de Morros, Boi Tremor da Campina,nBoi Novilho Branco e Boi de Ribamar. No palco principal terá show da cantora Lena Machado. No domingo (18), a grande atração é o show da cantora Flávia Bittencourt com as participações de Elba Ramalho e Geraldo Azevedo. Além disto, tambor de crioula, barracão do forró e grupos de boi animam a noite na Maria Aragão
O arraial tem também 12 barracas para venda de comidas típicas, Espaço do Turista e Casa do Tambor. O local conta ainda lugares exclusivos para idosos e pessoas com baixa mobilidade, além de banheiros químicos na parte esquerda do palco. Um posto de saúde equipado para atendimento de urgência estará em funcionamento durante todo o período da programação junina. O posto de Informações Turísticas está montado no arraial da Maria Aragão com objetivo de apresentar aos turistas e moradores da capital os atrativos locais. Quem comparecer ao posto vai receber material informativo e poderá fazer registro do momento.
Equipes de pronto atendimento em primeiros socorros e segurança para o público garantem a tranquilidade da festa. Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Secretarias Municipais de Trânsito e Transporte (SMTT), Segurança com Cidadania (Semusc) e Saúde são parcerias no evento.

Dia da Musica terá 4 bandas maranhenses

Advinha quem foi selecionado pra participar do Dia da Música?

Festival que está em sua 3º edição e ocorrerá em 22 estados, 45 cidades e 370 shows gratuitos em 24 horas de festa e amor.

RE-o-CUPA representará o estado do Maranhão, participando pela primeira vez deste evento, mostrando a pluralidade do São João Maranhense que a cada ano se consolida como uma das maiores e mais importantes manifestações culturais do país
cole junto e entenda a amplitude e pluralidade deste evento.

24/06 dia de São João, será lindo, divertindo, na rua exaltando da sacada do reocupa os casarões , a ancestralidade e toda a história da ilha do amor e com toda a pluralidade que o Maranhão tem, seu povo, sua história e seu orgulho! 

Com a bandas:
Nubia - MA
Garatujos - MA 
Ninfas equatoriais - MA 
Mano Magrao - MA
Pietá - RJ


Segunda edição da Feirinha São Luís será neste domingo (18)



A Prefeitura de São Luís realiza neste domingo (18) a segunda edição da Feirinha São Luís, na Praça Benedito Leite. O projeto é realizado aos domingos de 7h às 15h e reúne produtos agroecológicos, exposição e comercialização de artesanato, artes plásticas e literárias, gastronomia e apresentações culturais locais. O projeto é executado por meio da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa) em parceria com o Banco do Nordeste e Governo do Estado.
Os principais objetivos são a divulgação e comercialização do que é produzido pela agricultura familiar de São Luís e a difusão da gastronomia da zona rural. Serão expostos e comercializados produtos da agricultura familiar, tais como: frutas, verduras, doces, compotas e comidas produzidas na zona rural da capital.
As apresentações culturais começam cedo para animar o público. Ás 8h se apresenta a Banda da Feirinha, seguida do Cacuriá Assacana e a Banda da Guarda Municipal, na sequência, às 11h, o Boi Pirilampo e o Grupo Lamparina. Às 13h, fechando as atrações, o Boi Encanto da Ilha.
O novo ponto de encontro dominical, além de expor a diversidade cultural da Ilha, fomenta a economia criativa aos produtores da grande Ilha de mais de 11 polos que oferecem seus produtos por preços justos. Serão 61 barracas, 25 para produtores rurais, 25 para artesanato e 11 para gastronomia.
São parceiros da Feirinha São Luís o Banco do Nordeste, Sebrae-MA, Senac, Academia Maranhense de Letras, Associação Comercial do Maranhão, Sub-Prefeitura do Centro-Histórico, Associação dos Moradores do Centro, Secretaria de Estado da Cultura e Turismo, Arquidiocese de São Luís, Sindicado dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de São Luís, Semmam, Secom, Iphan, Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Setur, Semosp, SMTT, Secult, Semusc / Guarda Municipal, Semurh/Blitz Urbana.

Moleca 100 Vergonha no São João de SLZ




Os tambores continuam rufando e forte no Arraial Pertinho de Você, localizado na Cohama, ao lado da nova Batuque Brasil, cuja festança terá noites com intensa programação  com o melhor da nossa cultura popular, envolvendo quadrilhas, tambor de crioula, grupos de bumba meu boi, shows de forró, e até apresentação do espetáculo da pela ‘Pão com Ovo’.

A programação festiva do sábado (17) acena a passagem do Cacuriá da Cor do Pecado, Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal. No sotaque de orquestra, sobem ao palco, os Bois Encanto do São Cristovão, Encanto do Olho d’ Água. Encerrando com forró da Banda Moleca 100 Vergonha.


O domingo (18), o roteiro da festança, começa com as luzes da ribalta do espetáculo Pão com Ovo, que pela primeira vez se apresenta no Arraial Pertinho de Você. A comédia é estrelada por César Boaes, Adeílson Santos e Charles Jr (Clarisse, Dijé e Zé Maria, respectivamente).A noitada terá ainda o Boi de Morros, Boi Lendas e Magias do Centro Histórico, do bairro do Desterro; encerrando a programação com o Boi Brilho da Ilha, da região do Ipase. Todos estes grupos no sotaque de orquestra.

O Arraial Pertinho de Você terá programação até o dia 28. O encerramento será em grande estilo, com um show exclusivo da cantora Alcione. Toda a programação do terreiro é gratuita, inclusive os shows.

Serviço:
O que: Programação do Arraial Pertinho de Você
Onde: Cohama (ao lado da Nova Batuque Brasil)
Entrada Liberada                                                                                   
PROGRAMAÇÃO
Sábado – Dia 17 de junho
20h00 - Cacuriá da Cor do Pecado
21h00 – Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal
22h00 – Boi Encanto de São Cristóvão
23h00 – Boi Encanto do Olho D’ Água
00h00 - Show Moleca 100 Vergonha
Domingo – Dia 18 de junho
20h00 – Espetáculo Pão com Ovo
21h00 – Boi de Morros
22h00 – Boi Lendas e Magias do Centro Histórico
23h00 – Boi Brilho da Ilha

BiblioSesc sedia o lançamento do livro “Arte e Manhas do Jabuti” de Wilson Marques


Importante pilar na formação educacional da criança, o Sesc trabalha de forma lúdica e dinâmica a leitura desde a primeira infância. Nesta terça-feira, dia 20 de junho, a agenda do projeto BiblioSesc, biblioteca móvel da instituição que vai ao encontro do leitor e contempla várias comunidades da capital, presenteará os alunos da Escola U.E Joaquim Gomes de Souza, Cohab, com o lançamento do livro “Arte e Manhas do Jabuti”, do escritor maranhense Wilson Marques. Previsto para as 9 horas, o evento inclui sessão de autógrafos.

Contribuindo para a propagação de saberes, o lançamento da mais nova obra literária de Wilson Marques para o público infantojuvenil conta com o apoio cultural do Sesc no Maranhão, instituição que ao longo de quase 70 anos objetivaconquistar novos leitores, democratizar a informação e promover o aprendizado por meio do mundo encantado das letras.

 “Arte e Manhas do Jabuti” (Autêntica Editora, 2017) traz recontos da tradição oral dos povos Tenetehara, inicialmente publicados na obra “Os índios Tenetehara, uma cultura em transição”, dos antropólogos Charles Wagley e Eduardo Galvão, no início da década de sessenta.
Fazem parte da coletânea seis narrativas onde o Jabuti, visto por outros animais como ingênuo e limitado, termina por levar a melhor graças à sua astúcia, paciência e, às vezes, malícia. É assim no conto da aposta do Jabuti com o Gambá, quando o Gambá, pensando em sobrepujar seu compadre para tirar dele alimento de graça o ano inteiro, vê-se derrotado. Em outro conto, em que o Jabuti se vê casado com a Mucura, suas vítimas são os próprios cunhados, que ao duvidarem da sua experiência de caçador, voltam-se contra ele tentando eliminá-lo. Por fim tem a Onça, que não poderia ficar de fora. Peso pesado das histórias da tradição oral no Brasil, onde vira e mexe é vista sendo humilhada pelo Coelho, a pintada leva, em dois contos, uma senhora coça do Jabuti.
Os Tenetehara habitam regiões à margem oriental amazônica, em território maranhense. Contam com cerca de quatro séculos de contato com os brancos, numa relação dramaticamente desigual, muitas vezes trágica, que levou especialistas, ainda na década de 40, a afirmarem que a cultura desse povo estava com os dias contados. Mas o que aconteceu foi o contrário. Capazes de conviver e absorver tradições alheias sem perder sua própria essência, os Tenetehara permaneceram. Entre outros motivos, como observa o antropólogo João Damasceno Figueiredo, “pela capacidade que tiveram em manter viva sua língua e ao hábito até hoje praticado de contar e ouvir narrativas através das quais os mais velhos passam aos mais jovens os valores básicos, essenciais da sua cultura”.
Assim, além dos aspectos literários, “Arte e Manhas do Jabuti” aponta para questões interessantes, que convidam para sua leitura. O primeiro, já comentado, diz respeito à importância que narrativas como essas exercem sobre os povos, a fim de que seus saberes e suas línguas permaneçam, como no caso específico dos Tenetehara. Em segundo lugar, por chamar a atenção para um povo detentor de uma cultura rica e sofisticada, cuja arte e visão de mundo precisam ser melhor conhecidas Brasil afora.
Sesc

O incentivo à leitura permeia as ações dos Departamentos Regionais do Sesc em todo o país. A instituição disponibiliza para os brasileiros o quantitativo de 306 bibliotecas fixas, localizadas em todos os estados, e 57 unidades móveis, que percorrem cidades e comunidades periféricas, com empréstimo gratuito de livros, além do trabalho de formação de leitores desenvolvido por meio de projetos e ações para todas as faixas etárias.

Encontro de Artes Cênicas na Lagoa



Amanhã (18) artistas maranhenses de diversos segmentos da arte participarão do Encontro de Artes Cênicas na Concha Acústica Reynaldo Faray, na Lagoa da Jansen. O evento tem na programação apresentações de circo, teatro e dança de companhias de artes de São Luís.
A programação é aberta ao público e inicia às 18h com recepção do grupo “O circo tá na rua”. Na ocasião a companhia recepcionará as pessoas presentes com performances circenses e oficinas.
Em seguida a bailarina clássica Débora Buhatem ministrará aula pública de ballet com a presença dos alunos do Núcleo de Arte Educação (NAE) e convidados. O Núcleo de Arte Educação é um projeto da Secretária de Estado da Cultura e Turismo e da Secretária de Educação com parceria do Teatro Arthur Azevedo.
Após a aula aberta o Circo tá na Rua entra novamente em cena com malabarismos, acrobacias e números de pirofagia.
O Ateliê Contemporâneo CIA de Dança já confirmou presença e apresentará trechos do espetáculo Clichê que aborda a luta contra o preconceito racial. Como proposta do grupo o Ateliê fará demonstrações de dança contemporânea para o público em geral.
Em seguida o Núcleo de Artes da Ilha fará apresentação de um trecho do show do espetáculo Broadway.
A Vertu Casa de Arte sobe ao palco com o pocket show de varios espetáculos montado pela companhia.
A CIA Street Master fechará a programação e promete agitar o público com demonstrações de hip hop. Com o espetáculo U Can 2 a Street Master fará apresentação que aborda inclusão social na dança.

Serviço:
O que: Encontro de Artes Cênicas na Lagoa
Onde: Concha Acústica Reynaldo Faray, Lagoa da Jansen
Quando: Domingo, 18 de junho às 18h.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Prévias juninas deste final de semana no Centro Histórico de São Luís


O Centro Histórico de São Luís e o Espigão Costeiro continuarão sendo cenários das prévias do São João de Todos, nesta  sexta-feira (9) e domingo (11). O  Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), tem por objetivo promover a cultura e fazer com que os turistas e a população maranhense já entrem no clima junino.
Nesta  sexta-feira (9), a festa vai acontecer no Canto da Cultura, localizado no encontro das ruas Portugal e da Estrela a partir das 18h, com a apresentação dos grupos Tambor de Crioula Pungar da Ilha e do Tambor de Crioula do Laborarte, a partir das 19h.
Já no domingo (11), a programação continua no Espigão da Ponta d’Areia com as apresentações que começam com Edson Sanfoneiro e Trio Poeirão sendo finalizada pela Cia Encantar, a partir das 18h.
Na próxima quarta-feira (14), o São João de Todos começa, oficialmente, nos circuitos dos arraiais da Praça Nauro Machado, Praça Maria Aragão, Ipem e Vila Palmeira. Com seis atrações por noite em cada arraial, entre grupos de bumba-meu-boi, quadrilhas, danças tradicionais e shows de artistas locais e nacionais, a programação segue até o dia 2 de julho.