quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Teatro Arthur Azevedo reabre nesta sexta-feira (08) com programação especial


A maior casa de espetáculos da cidade de São Luís, o Teatro Arthur Azevedo, reabre na próxima sexta-feira, 08, com extensa programação em comemoração aos 200 anos da casa e com uma grande homenagem ao poeta do povo, João do Vale. A solenidade de reabertura inicia às 20h e será apenas para convidados.

Logo no início da solenidade autoridades, artistas, ex-diretores, escritores, personalidades da cidade e ex-funcionários do teatro visitarão a Exposição Alusiva aos 200 anos do Teatro Arthur Azevedo que reúne peças, objetos, gravuras e plantas da casa de espetáculo. O trabalho de pesquisa durou cerca de um ano e meio com visitas a personalidades, buscas no acervo do teatro, viagem para o Rio de Janeiro para visitar a Biblioteca Nacional e outros espaços de cultura nacional. A curadoria da exposição é de Carolina Ramos com ajuda dos pesquisadores Anderson Oliveira, Ângela Pereira e Magnólia Everton Costa.

Também durante a visita à Exposição os convidados prestigiarão cópias da coleção de gravuras de Arthur Azevedo. Além disso, no camarim nº 1, em que em 1854 nasceu a atriz Apolônia Pinto, também será montada uma homenagem à atriz com peças que falam sobre a vida da personalidade maranhense, tais como o livro “Apolônia Pinto e seu tempo”  de José Jansen.

 A Exposição ocupará diversos espaços do Teatro Arthur Azevedo proporcionando um tour pela casa reformada. Ainda durante a Exposição será lançado o livro “Teatro Arthur Azevedo: 200 Anos” escrito por personalidades maranhenses e nacionais, ex-diretores e funcionários, artistas, políticos e historiadores, além de engenheiros, professores de teatro, cantores dentre outros profissionais.

O foyer também será espaço para o lançamento da coleção Teatro da joalheria Rosa Rio inspirado nos 200 anos do Teatro Arthur Azevedo.

Após a Exposição acontecerá a grande estreia do espetáculo João do Vale – O Musical, uma produção do Teatro Arthur Azevedo com realização do Governo do Estado do Maranhão e patrocínio da Cemar por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

A produção durou cerca de um ano e meio e conta com cerca de 40 profissionais envolvidos desde a técnica até os atores.

O ator que interpretará João do Vale é o maranhense Vicente Melo , morador do bairro do Lira, que desde a adolescência dedica-se a composição de músicas da cultura popular. O compositor já participou de diversos concursos como o Festival de Música Popular de Pinheiro e o Festival de Música Carnavalesca do Sistema Mirante. Segundo Vicente Melo ele já teria escrito mais de 90 canções, sendo 20 delas gravadas por artistas locais. Agora ele se senti feliz por ter a responsabilidade de interpretar o poeta do povo que em muito se assemelha.

Além de Vicente Melo, também estão no elenco: Tiago Andrade (Zé Keti), Gisele Vasconcellos (Nara Leão), James Pierre (Zé Gonzaga), Juliana Cutrim (Dorinha), Marconi Rezende (Chico Buarque), Millena Mendonça (Domingas) e Victor Silper (Luiz Vieira).

O espetáculo continua em cartaz nos dias 09, 10,15, 16 e 17 de dezembro. Os ingressos estão sendo vendidos na bilheteria do Teatro Arthur Azevedo das 14h às 18h45. Para mais informações acesse cultura.ma.gov.br/taa ou ligue 32189901.


terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Mr Simple faz Show BarRockado


A banda Mr. Simple promete fazer uma noite bonita em homenagem à MPB com o show BarRockado. A banda elaborou releituras de grandes sucessos da música brasileira em versão rock and roll para a noite do dia 7, véspera do feriado nacional. A proposta conta também com a participação dos cantores Luciana Pinheiro e Khey Albert que somam seus talentos à Mr. Simple nessa generosa homenagem aos ícones da música brasileira.

A banda maranhense de pop-rock preparou arranjos especiais para os clássicos da MPB. O líder da banda, Paulo Pellegrini, comentou que a ideia do show Barrockado “é fazer uma espécie de coletânea rock de músicas consagradas nos bares”. No repertório, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Nando Reis, Ana Carolina, Jards Macalé, Roberto Carlos, Ednardo, Ney Matogrosso, Raul Seixas, Wando, José Augusto e também espaço para a nova geração Céu, Gaby Amarantos, Johnny Hooker e muito mais.

O Show BarRockado tem assinatura da Satchmo Produção e ocorre  quinta-feira, dia 7 (véspera de feriado)  no  Trutas Rangos Bar, na Av. Litorânea,  a partir das 21h30.

Serviço
O quê? Mr. Simple – Show BarRockado.Participações especiais: Luciana Pinheiro e Khey Albert.
Onde? Trutas Rangos Bar. Av. Litorânea, Calhau.
Quando? Quinta-feira, dia 7, véspera de feriado. A partir das 21:30 horas.
Quanto? R$ 20,00
Reservas de mesas: 981640488. Realização: Satchmo Produções.

Juju Carrapeta no São Luis Shopping





Com personagens curiosos e sonoridades das pastorais natalinas, o espetáculo  O mundo imaginário de Juju Carrapeta será apresentado neste sábado, na Associação Maranhense de Escritores Independentes (São Luís  Shopping), às 16h. 

O Choro ocupa a Praça do Letrado

Letrado é como chamamos qualquer pessoa versada em determinado assunto. Neste sentido não poderia haver palco melhor para os bambas que se reúnem na próxima edição do projeto RicoChoro ComVida na Praça, que acontece neste sábado (9), a partir das 19h, na Praça do Letrado, no Vinhais, com entrada franca e acessibilidade (todo o evento tem tradução simultânea em Libras).
A edição traz os artistas  Chico Saldanha e Fátima Passarinho, a .DJ Vanessa Serra e o Instrumental Pixinguinha.
Vanessa Serra  - Debutou como DJ em 2017. Colecionadora de vinis desde a adolescência, herdou da família o bom gosto musical e o apreço pelo Choro. Em pouco tempo já se consolidou como uma das mais importantes DJs da cidade, em um ambiente predominantemente masculino;

Instrumental Pixinguinha - Formado nos corredores da Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa de Araújo (EMEM), por professores da instituição, no final da década de 1980, o Instrumental Pixinguinha se firmou como um dos mais expressivos grupamentos de Choro do Maranhão, tendo sido pioneiro no registro de obras de mestres do gênero nascidos no estado e de integrantes do grupo em seu disco de estreia, “Choros Maranhenses” (2006);

Chico Saldanha - O compositor rosariense estreou em disco em 1988, já despontando como um de nossos mais importantes criadores, com o sucesso da toada “Itamirim”, interpretada por Tião Carvalho. 10 anos depois lançou “Celebração” (1998), seguido por “Emaranhado” (2007). Este ano lançou “Plano B”, com participações especiais de Lena Machado, Milla Camões, Nosly e Zeca Baleiro.

Fátima Passarinho - ganhou o sobrenome artístico ao interpretar, no Festival Viva de Música Popular, em 1985, a música “Canto de Passarinho”, parceria de Gerô (1961-2007) e Domingos Santos (violonista do Instrumental Pixinguinha). Em 2007 ela lançou “Voos”, seu disco de estreia, em que gravou composições de Cesar Teixeira, Chico Maranhão, Giordano Mochel, Josias Sobrinho e Sérgio Habibe.
RicoChoro ComVida na Praça é uma realização de Eurica Produções e RicoChoro Produções, com patrocínio de TVN, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Maranhão.

Serviço
O quê: RicoChoro ComVida na Praça
Quem: DJ Vanessa Serra, Instrumental Pixinguinha, Chico Saldanha e Fátima Passarinho
Quando: sábado (9), às 19h
Onde: Praça do Letrado, Vinhais
Quanto: aberto ao público
Informações: (98) 98192-0111

Projeto #FalaIema no Cine Praia Grande

O cineasta paulista João Paulo Miranda estará em São Luís nesta quarta-feira (dia 6 de dezembro), às 18h30, no Cine Praia Grande,  para participar do evento “#FalaIema”, momento em que o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) recebe autoridades que tenham uma trajetória de trabalho e contribuição de grande relevância para a sociedade.
Na sessão serão exibidos seus três curtas-metragens:

- Command Action (2015) Selecionado na "Semana da Crítica" do Festival de Cannes
- A Moça Que Dançou Com o Diabo (2016, foto) Prêmio de Menção Honrosa na Competitiva Oficial do Festival de Cannes
- Meninas Formicidas (2017) Selecionado no Festival de Veneza

 Após a exibição haverá um debate com o público e estudantes da unidade vocacional do Iema - Escola de Cinema. A conversa terá como foco o fazer cinematográfico frisando a direção cinematográfica, onde João Paulo Miranda apresentará sua experiência nesse âmbito de uma forma dialógica e debatida com os alunos.

De acordo com o reitor do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, Jhonatan Almada, a arte e a cultura são campos fundamentais que merecem mais valorização. “Entendemos que trabalhar a sétima arte é muito importante. Por isso, apostamos e investimos na Escola de Cinema do Maranhão e estamos abrindo oportunidades para todos. A meta é qualificar essa demanda para alcançar os princípios estratégicos do Instituto, que é democratizar o acesso à educação profissional e tecnológica, uma prioridade do Governo Flávio Dino”, disse o reitor.

A gestora geral da Escola de Cinema, Liviane Santana, reiterou a importância de propiciar que diversos apaixonados por cinema participem da iniciativa. “Os nossos alunos só têm a ganhar com a colaboração do cineasta João Paulo Miranda. Para nós é motivo de muito orgulho. O professor é uma referência no cenário nacional, pois está levando o nome do Brasil para festivais importantes no mundo todo. No âmbito da Escola de Cinema, sentimos muita satisfação, pois é um projeto novo e vai agregar muito ao nosso trabalho”, contou.
O evento é aberto ao público, com entrada gratuita, sujeita à lotação da sala.


Sinopses:

COMMAND ACTION, de João Paulo Miranda (Brasil, 2015)
Um garoto está comprando legumes para sua família em uma feira livre quando, de repente, algo muda em seu caminho.
Teaser: https://vimeo.com/125949593

A MOÇA QUE DANÇOU COM O DIABO, de João Paulo Miranda (Brasil, 2016)
Em uma sociedade conservadora e religiosa, uma garota vive sua rotina tentando encontrar o seu paraíso na Terra.
Teaser: https://vimeo.com/163185323

MENINAS FORMICIDAS, de João Paulo Miranda (Brasil - França, 2017)
No Brasil, "Meninas Formicida" são adolescentes do interior que trabalham em áreas de eucalipto. Elas matam formigas através de um pesticida, enquanto uma delas precisa lhe dar com uma gravidez indesejada. Ela vive num constante estado de medo, lutando contra uma mentalidade conservadora e machista.

Maloca Fanzine começa nesta quinta-feira


As bandas Catch a Fire, Planetário e o DJ Adaga (foto) abrem o  Maloca Fanzine, que vai acontecer todas as quintas-feiras no Fanzine Rock Bar (Beira-Mar), a partir das 21h.

O espaço aberto ao artista local e também ao artista de fora do estado abrangerá as diversas sonoridades que habitam a cidade e seus estilos. Música autoral, versões e o que couber na mundi-oca farão parte da roda semanal do Maloca.

Na pauta para fazer parte da programação estão Didã, Santacruz, Alkalines, Beto Ehongue, Berô, Marédecima, Severo - PI, Vórtice, Hermes Castro, Paulão, Mr Simple, Marcos Lamy, Azziz Jr, Radio Zion, Pedro Sobrinho, Emílio Sagaz, Núbia, James Brito - PI, Tito - SC, Lobo Siribeira, Régi Natureza,  Garatujus e muitos outros nomes.

A casa, localizada no Centro Histórico de São Luís, foi inaugurada em janeiro de 2017  já abrigou shows  nacionais e internacionais.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Nando Reis no “Luau Bora4” em São Luís


Cantor e compositor paulistano Nando Reis se apresenta em São Luís no dia 22 de dezembro, no Boracay (Av. Litorânea), iniciando em grande estilo o projeto “Luau Bora4”. Ele traz a turnê de seu muito elogiado pela crítica Jardim-Pomar, álbum indicado ao Grammy Latino 2017.

É possível adquirir o ingresso usando a solidariedade. No “Natal sem fome” da produtora 4Mãos Entretenimento, você doa uma lata de leite em pó e tem 50% de desconto na compra do ingresso de qualquer setor, mas vale lembrar que o desconto é apenas no valor do acesso e não no serviço. A promoção é válida apenas na compra de ingressos de inteira.  

No show, Nando Reis vai apresentar ao público as músicas inéditas do disco Jardim-Pomar, além de vários sucessos da longa carreira iniciada no começo dos anos 1980.

Teremos canções como Só Posso Dizer, Azul de Presunto, Pra Onde Foi, Inimitável, entre outras do novo disco, e hits inclusive regravados e tornados sucessos nas vozes de outros músicos, como Os Cegos do Castelo, Sou Dela, All Star, O Segundo Sol, Relicário e Marvin, de seus tempos de Titãs, banda na qual permaneceu por bons 20 anos.

Roger Velloso dirige o espetáculo e divide a concepção visual com Nando Reis. Ele conta que tudo foi montado com muita simplicidade, para mostrar uma perspectiva completamente nova do cantor para o público.

“Será um show muito pessoal, para mostrar, além das músicas, Nando Reis por inteiro”, conta Velloso. O espaço cênico foi montado com transparências que se sobrepõem, imagens em movimento e um projeto de luz que cria um jogo entre as imagens, as músicas e a plateia.

Durante o show, o público poderá ouvir sons pré-gravados (conversas, vozes, sons mecânicos, rotina, cotidiano, passos e bastidores) que dialogam com a performance de Nando e sua banda.

Ações da turnê
Nando Reis preparou duas ações especiais para a turnê do CD Jardim-Pomar. A primeira delas tem muito a ver com o nome do disco e a preocupação com o meio ambiente, que permeia os pensamentos do cantor. A ideia é distribuir ao público dos shows sementes de árvores nativas de cada bioma do país. Com isso, Nando quer criar consciência ambiental e alertar para a importância de se preservar e plantar.

A segunda ação será o lançamento dos discos ao vivo durante a turnê. Em parceria com a ONErpm, o cantor lançará um álbum por show para que os fãs possam acompanhar cada apresentação da turnê. Cada lançamento estará disponível em todas as plataformas digitais de Nando Reis, alguns dias após a realização do espetáculo.

Serviço
Os ingressos estão à venda na Bilheteria do BoraBar (Av. Litorânea), Loja Visótica (Tropical Shopping) e Loja Ingressando (São Luís Shopping). Área vip com serviços de salgados, custa R$ 90 e a Casadinha R$ 160, o Camarote, com serviço de salgados e frios, R$ 120 e a Casadinha R$ 220.