sexta-feira, 27 de abril de 2012

Para quem se identifica com a Flor de Lótus

O texto de hoje vai para uma flor considerada pra mim muito especial: A Flor de Lótus. Florescida no pântano a flor é considerada um símbolo de pureza por se manter bela e limpa mesmo no ambiente adverso do pântano, submergindo belíssima mesmo em meio à sujeira. As raízes do lótus ficam na lama e o caule cresce e destaca-se da sujeira e a flor desabrocha acima da água, em busca da luz.
De certa forma nós temos também um pouco dessa muda, por vezes lutando contra os lamaçais da vida, mas crescendo superando obstáculos e ignorando a sujeira. O crescimento da Flor de Lótus significa o progresso da alma que mesmo vindo da lama materializa-se na primavera e acaba superando todas as dificuldades. Essa é uma das únicas flores que sobe tantos centímetros acima da superfície, sendo que ela é uma planta que vive na água, assim como muitas outras. Além disso, exibe uma linda beleza.
No fundo, no fundo me sinto como uma. Tanta coisa superada, mas a cada dia um novo recomeçar. Quando se aproxima mais um ano para mim, mais uma data festiva, mais um recomeçar, sinto que essa flor simboliza o que tem se passado na minha vida, e que como ela tenho tido sempre garra e vontade para continuar surgindo pura e bela.

Para saber mais: 

*As Flores de Lótus, também conhecidas como Lótus-Egípcio, Lótus-Sagrado e Lótus-da-Índia, simbolizam expansão e elevação espiritual. É considerada sagrada na Ásia por se voltar para o leste ao nascer e prestar honras ao nascer do sol. No Antigo Egito, tinha significado de “renascimento” por ser símbolo da morte e ressurreição de Osíris. Uma citação que diz “Transforma a ti mesmo num lótus e terás a promessa de ressurreição” está no Livro dos Mortos.
O significado de “criação e sol” se deve ao fato da flor submergir no rio durante a noite e emergir e florescer novamente durante o dia. A Flor de Lótus é uma importante figura no Hinduísmo e no Budismo.
No Hinduísmo, está relacionada à criação do universo devido ao fato de Brahma, criador do mundo, ter nascido de uma lótus.
No Budismo, representa um dos oito símbolos mais promissores do ensino budista. Vários budistas e monges, na meditação, imaginam flores de lótus surgindo embaixo dos seus pés enquanto andam. Desse jeito, estariam espalhando a compaixão e o amor de Buda. É associada ao Buda porque este está sentado sobre uma flor durante sua floração ou está com ela nas mãos. Um famoso mantra budista (“Om mani podme hum”), que significa “Brilhante a jóia no lótus”, representa a flor que se destaca formosa e bonita em um ambiente pouco propício. Em ambas as religiões, a Flor de Lótus representa o despertar espiritual da vida e da iluminação. Na Índia, é sinônimo de riqueza, fertilidade, pureza e conhecimento.


*trecho extraído de Paula Sacoman

2 comentários: